Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Candidato fala sobre novo hospital em Araranguá e “pilotar o avião” da Unimed

Leandro Avany Nunes disputa a presidência na terça-feira e pretende manter o bom funcionamento
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 22/03/2019 - 10:21Atualizado em 29/03/2019 - 10:38

Na próxima terça-feira (26) os cooperados vão eleger o novo presidente da Unimed Criciúma. Nesta sexta-feira (22) o candidato Leandro Avany Nunes foi entrevistado pelo Programa Adelor Lessa. Segundo ele, ser candidato não era um de seus objetivos, mas surgiu como uma oportunidade. Ele comparou a situação como pilotar um avião. 

“A Unimed de Criciúma não teve redução no número de usuários, ela aumentou em um período de crise e se mantém extremamente estável, muitas outras apresentam problemas financeiros. Esse trabalho se deve muito a visão e cuidado do senhor Walter Ney Junqueira”, disse Nunes. De acordo com ele, em todo o Brasil o serviço privado de medicina teve baixas nos índices.

Citou que trabalhou durante oito anos com a equipe da Unimed. Disse que analisou a equipe, para ver quem “poderia entrar na cabine do piloto”. “Com essa redução no Brasil e a nossa Unimed se manter bem, é um Boeing voando”, comentou. “A gente tem uma quantidade imensa de pessoas nos apoiando e todas com qualidade. Um exemplo são os ex-presidentes da Unimed”, frisou.

De acordo com o candidato, a rede atende uma região com 480 mil habitantes, onde 65 mil deles possuem plano de saúde. Lembrou que isso representa 16%, enquanto no Brasil a média é 26%. E falou sobre um novo hospital. “É um compromisso nosso, porque vai beneficiar todos os cooperados de Araranguá. Esse é um compromisso que assumimos com a região de Araranguá”, afirmou.

Confira a entrevista na íntegra: