Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Caçadores de Bons Exemplos inspiram mais de 600 pessoas

Eventos promovidos pelo Sicredi em Tubarão e Criciúma, também mobilizaram lideranças e entidades regionais
Por Redação Criciúma, SC, 11/09/2019 - 15:51Atualizado em 11/09/2019 - 15:52
Foto: Cleber Bonotto / Especial
Foto: Cleber Bonotto / Especial

“Será que o mundo está acabando?” e “qual o verdadeiro sentido da vida?” foram as duas perguntas que levaram o casal Iara e Eduardo Xavier, os Caçadores de Bons Exemplos, a percorrerem mais de um milhão de quilômetros, registrando mais de 1,7 mil iniciativas de pessoas comuns que transformam realidades. Eles revelaram isso e deixaram outras mensagens inspiradoras para mais de 600 participantes nesta segunda, 9, e terça-feira, 10. A convite do Sicredi, os voluntários palestraram na Arena Multiuso de Tubarão e na Associação Empresarial de Criciúma, respectivamente.

Os dois eventos também reuniram “bons exemplos” regionais já catalogados no site do casal, como Alan Zabot, tubaronense fundador do grupo “criança que faz a diferença”, o Bairro da Juventude, de Criciúma – que durante o encontro recebeu do Sicredi uma placa em homenagem aos seus 70 anos de fundação – e Almir Fernandes, presidente da Cruz de Vermelha. “Eu tive o privilégio de conhecer a Iara e o Eduardo em 2014, quando registraram o projeto de captação de córneas para o Banco de Olhos. Enquanto houver fome, doenças e frio, precisaremos de pessoas como eles para lutar. Que todos possam ser caçadores de bons exemplos!”, declarou Fernandes na abertura da palestra.

Durante a fala central das duas noites, Iara Xavier destacou que o cooperativismo é uma das possíveis vertentes da solidariedade. “O negócio social é uma maneira incrível de ajudar o próximo. E as cooperativas se enquadram nisso, pois são empreendimentos econômicos que zelam pelo bem-estar da sociedade”, destacou a palestrante que mencionou ainda o Programa A União Faz a Vida, principal ação de responsabilidade social do Sicredi. “Somos voluntários do Programa há vários anos. Nos encantamos com a metodologia dele porque envolve os educandos, educadores, escola e toda a comunidade no processo”, disse ela.

Para Aloísio Westrup, presidente da Sicredi Sul SC, os encontros contribuíram para reforçar o princípio cooperativista “Interesse pela comunidade”. “A comemoração dos vinte de anos de fundação da cooperativa no sul do estado estaria incompleta sem um evento aberto à comunidade, pois somos parte dela. Torço para que a Iara e o Eduardo tenham deixado boas sementes de solidariedade plantadas por aqui”, finaliza Westrup, enaltecendo uma das mensagens centrais deixadas pelos Caçadores: “é preciso ajudar o próximo que está próximo”.