Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

As extensas filas nos bancos e lotéricas

Vigilância Sanitária segue fiscalizando. No fim de semana, uma loja foi autuada por não controlar o distanciamento da fila
Marciano Bortolin
Por Marciano Bortolin Criciúma, SC, 10/08/2020 - 16:23Atualizado em 10/08/2020 - 17:51
Muitas pessoas aguardando atendimento em uma agência bancária da área central de Criciúma. Fotos: Marciano Bortolin / 4oito
Muitas pessoas aguardando atendimento em uma agência bancária da área central de Criciúma. Fotos: Marciano Bortolin / 4oito

Início de mês, pagamento de contas, saque de Auxílio Emergencial, e outros serviços que exigem a ida a uma Casa Lotérica ou agência bancária. O que se vê desde a última quinta-feira, 7, são grandes filas nestes estabelecimentos. Além disso, o distanciamento social e as regras que pedem que poucas pessoas fiquem no interior destes locais fazem com que as filas tomem grandes proporções.

Nas Lotéricas da Praça Nereu Ramos, em Criciúma, por exemplo, as pessoas aguardavam para ser atendidos sob o forte calor do início da tarde desta segunda-feira, 10. No mesmo horário, alguns bancos da área central da cidade também registravam longas filas. 

Fiscalização e autuações

No fim de semana, conforme o coordenador da Vigilância Sanitária de Criciúma, Samuel Bucco, uma loja foi autuada por não controlar a fila externa. “Não tinha o controle da fila. O estabelecimento é responsável pela fila externa, pela demarcação e por manter o 1,5 metro de distância entre as pessoas. “Ele foi denunciado, infracionado, teve seu comércio fechado e ainda iremos encaminhar o processo para que a polícia lavre um termo circunstanciado e o enquadre no artigo 268, por crime contra a saúde pública”, salienta.

Segundo ele, as fiscalizações estão cada vez mais intensas e é necessário que todos cumpram as regras contidas nos decretos sanitários para que não sejam penalizadas. “A penalização é uma das consequências dessas infrações, porque na verdade o pior é a contribuição para a disseminação do vírus e da pandemia. Enquanto muitos cumprem e preocupam-se consigo e com o próximo, outros burlam as regras. Dessa forma, seremos cada vez mais incisivos com os infratores”, enfatizou o coordenador.

Ainda na tarde da última sexta-feira, 7, a Vigilância Sanitária emitiu autos de infração para duas agências bancárias e uma clínica médica que descumpriram as regras de distanciamento mínimo.

As fiscalizações das autoridades de saúde e segurança ao cumprimento das medidas restritivas contra a covid-19 foram intensas também durante o último final de semana e resultaram em notificações, multas e interdições. Além de uma festa particular, onde o proprietário foi multado em R$ 5,8 mil, dois bares e dois restaurantes foram fechados e outros oito locais notificados. “As regras são bem claras, quem insistir em descumprir será penalizado”, resumiu Bucco.

Além da Vigilância Sanitária, as fiscalizações são feitas com apoio da Polícia Civil, Polícia Militar, Diretoria de Trânsito e Transporte (DTT) e Defesa Civil de Criciúma, e Corpo de Bombeiros.

Fila em uma das casas Lotéricas da Praça Nereu Ramos

Horário especial das agências

No Brasil, para atender os cidadãos durante a pandemia de Covid-19, as agências bancárias das principais instituições financeiras passaram a funcionar em horário especial. A Caixa Econômica Federal atende o público das 8h às 14h, enquanto as agências do Banco do Brasil, Bradesco, Itaú e Santander funcionam das 9h às 14h. “Muitas pessoas que precisam dos serviços bancários não sabem que algumas agências mudaram os horários de atendimentos ao público e acabam se aglomerando nas instituições, favorecendo a disseminação da doença”, comenta o coordenador.

Em Criciúma, o descumprimento das regras descritas no decreto municipal n° 815/2020, como a obrigatoriedade do uso de máscara, proibição de aglomerações de pessoas, respeito ao distanciamento e proibição de festas e eventos particulares, pode gerar multas que variam de R$ 1,9 mil a R$ 5,8 mil, além de processo criminal por descumprimento das medidas de combate ao novo coronavírus.

Solicitação à Febraban

Na última terça-feira, 4, o Governo de Criciúma encaminhou uma solicitação à Federação Brasileira de Bancos (Febraban) para que as agências bancárias e lotéricas do município ampliem o horário de atendimento aos cidadãos, evitando filas e aglomerações de pessoas. “Pela segurança e pela saúde, não podemos obrigar que entrem no banco ou que sejam atendidos conforme a lei. Estamos fiscalizando para manter o distanciamento. Estamos usando o bom senso”, fala o coordenador do Procon de Criciúma, Gustavo Colle.

Tags: coronavírus