Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui

As distâncias que a BR-285 vai encurtar

Vice-presidente da Aciva destaca que foi difícil levar a obra em frente
Erik Behenck
Por Erik Behenck Turvo - SC, 19/03/2019 - 09:38
(foto: reprodução)
(foto: reprodução)

Vice-presidente da Associação Empresarial de Araranguá e do Extremo Sul Catarinense (Aciva) e empresário, Venâncio Menegaro é um dos homens que trabalha pela conclusão da BR-285. “Sou conhecedor disso há 50 anos”, destacou em entrevista ao Programa Adelor Lessa, lembrando o tempo que demorou para a obra sair do papel.

Segundo ele, a Aciva participa ativamente dessas negociações desde 2001, buscando garantir melhores condições para o transporte de produtos e turismo na região. “Tinha uma taipa ali que precisaria de um elevado grande. Eu sempre fui um envolvido porque sou apaixonado pela coisa”, destacou Menegon.

O empresário lembrou que a estrada da Serra da Rocinha está bloqueada para a detonação de rochas. “É um processo necessário”, confirmou. E falou ainda sobre a distância que havia para outras regiões. “Existia bastante resistência quanto isso aí. O Norte de Santa Catarina tinha um lobby muito grande, agora eles estão querendo unir com a BR-285. Nós aqui sempre fomos muito prejudicados por isso”, afirmou.

Confira a entrevista na íntegra: