Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui

Aprendizado cultural e histórico marca intercâmbio da Satc na Itália

Estudantes e professores estão conhecendo lugares históricos para italianos e descendentes
Redação
Por Redação Criciúma - SC, 09/12/2019 - 13:04Atualizado em 09/12/2019 - 13:06
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O ano de 1963 é um marco triste na história da cidade de Longarone, norte italiano. Em outubro daquele ano, o deslizamento de terra provocou a transposição da Barragem de Vajont e atingiu a cidade abaixo, provocando mais de 2 mil mortes. Tudo isso será conhecido de perto pelo grupo de alunos e professores da Satc que participam do intercâmbio com a Itália.

A cidade de Longarone tem muita proximidade com o sul catarinense. Foi de lá que saíram várias das famílias que ajudaram a colonizar Urussanga e depois se espalhar pela região. A visita a Vajont será nesta sexta-feira (13) e faz parte da programação preparada para a comitiva criciumense. “Estamos conhecendo escolas, empresas e visitando locais turísticos com uma história muito rica”, ressaltou a professora Ana Paula Alessio Berti.

No sábado, foi dia de visitar escolas especializadas na arte cerâmica, moda, design e produção com vidro. Nesta segunda-feira (9) os intercambistas estão conhecendo a cidade de Treviso.

O grupo fica em território italiano até dia 22 de dezembro. São dois professores e 14 estudantes que integram a comitiva. Essa já é a 8ª edição do intercâmbio que é voltado exclusivamente para alunos da Satc, sejam do ensino médio e superior. A parceria é desenvolvida com as instituições de ensino Liceu Artístico Bruno Munari, de Vitorio Vênetto, e o ITIS Galileu Galilei, de Conegliano.

Tags: itália satc