Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Apenas 5% dos brasileiros praticam exercícios, diz criciumense finalista do Top Trainer Brasil

Do Avesso recebeu Débora Lourenço e Max Prestes, representantes de Educação Física no país
Erik Behenck
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 09/01/2018 - 15:03
(Débora Lourenço e Max Prestes / Foto: Amanda Farias)
(Débora Lourenço e Max Prestes / Foto: Amanda Farias)

Praticar exercícios físicos nem sempre é uma atividade desejada pelas pessoas. Treinar com acompanhamento de um personal trainer ajuda a melhorar os resultados. O Programa do Avesso recebeu Débora Lourenço e Max Prestes, finalistas do Top Trainer Brasil, concurso que elege o melhor profissional do país nesta área.

Débora é natural do Espírito Santos e mora em Criciúma há 11 anos. Quando tinha 16 anos, veio jogar futsal na cidade, ela estudou Educação Física e tem dois anos e meio de atuação como personal trainer. Max é criciumense, e atua na área há 10 anos, tem pós-graduação e é especialista em exercícios e qualidade de vida.

“No Brasil hoje, 5% estão matriculados e realizando exercícios físicos, e isso é muito pouco. Só de sair do sedentarismo já tem seis ou sete vezes menos chances de ter um Acidente Vascular Cerebral (AVC)”, analisou Prestes.

O Top Trainer Brasil 2017 teve a participação de 2,5 mil inscritos, sendo que o currículo foi o primeiro critério de classificação, onde 100 foram selecionados. Os aprovados passaram por avaliações das áreas de Educação Física, Marketing, Gestão de Carreira, Comportamento Humano, Inglês e Comunicação, propondo atividades, até restarem dez. Durante as etapas, eles não praticavam as atividades, apenas sugeriam.

“Tem que ter um processo de adaptação, do exercício com o ambiente, vai muito do feeling do profissional. Talvez a caminhada seja uma opção para iniciar, não é a atividade indicada para aumentar a massa muscular, então tudo é analisado”, contou Débora.

A final aconteceu nos dias 8, 9 e 10 de dezembro, no evento Viva EF, que teve transmissão pela TV fechada. Na última fase, os classificados passaram por três provas, sendo duas práticas. Todos receberam uma classificação internacional da World Top Trainers Certification (WTTC).