Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

Angústia por pistas de Pablo, que tem esquizofrenia

Jovem de 36 anos fugiu no início de outubro na região de Içara
Gregório Silveira
Por Gregório Silveira Criciúma, SC, 26/11/2020 - 11:25Atualizado em 26/11/2020 - 11:34
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Mais de 50 dias: esse o tempo de angústia vivido por parentes de Pablo Corrêa Manoel, de 36 anos, que desapareceu no início de outubro.  

Pablo teria fugido da clínica onde estava fazendo tratamento contra a esquizofrenia, no município de Içara. Como a doença não tem cura ele precisa controlar com remédios e essa é a preocupação maior da irmã mais velha, Sílvia Corrêa Manoel. "Ele tem que tomar todo dia a medicação. São 2 remédios a tarde e 4 a noite. Estamos assustados pois os medicamentos ajudam ele a ficar melhor", desabafa a irmã.

Hoje Sílvia conta com a ajuda do marido e de pessoas desconhecidas para encontrar pistas do irmão. "Meu pai está em depressão profunda há quatro anos e minha mãe, para quem não chegamos nem a contar, também tem esquizofrenia. Espalhamos cartazes pela cidade e quem puder ajudar, por favor que faça."

Morador do bairro Próspera, em Criciúma, ele desapareceu usando calça de moletom preta e camisa azul claro. Quem souber de algo que ajude a família a encontrar Pablo pode ligar para (48) 9 9836 3142 (contato da família) ou até mesmo acionar a Polícia Militar.