Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Amrec amplia restrições no combate à Covid-19

Confira algumas regras que valem por 14 dias a partir de quinta-feira
Marciano Bortolin
Por Marciano Bortolin Criciúma, SC, 28/07/2020 - 18:56Atualizado em 28/07/2020 - 20:02
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Em reunião realizada na tarde desta terça-feira, 28, os prefeitos da Associação dos Municípios da Região Carbonífera (Amrec), decidiram ampliar as restrições na busca por diminuir a disseminação do novo coronavírus. 

O novo decreto passa a valer a partir de quinta-feira, 30, e vale pelos próximos 14 dias, mas antes será aprovado pela Comissão Intergestores Regional, Secretário de saúde da região da Amrec e pela coordenadora regional de saúde, representante do Estado.

Entre as novidades, os estabelecimentos do ramo alimentício considerados essenciais como supermercados, mercados, padarias, açougues, feiras, terão a limitação de uma pessoa por família, a redução para 50% da capacidade. Além disso, o horário de funcionamento será da 6h às 20h de segunda-feira a sexta-feira e sábado até as 12h, Nos domingos eles permanecerão fechados. “As medidas que foram tomadas se situaram em alguns segmentos e, além de trazer as medidas que já estavam em vigor pelos decretos já baixados pelos municípios trazem novidades em algumas situações. Como houve a descentralização das decisões pelo Estado, as medidas devem ser tomadas de forma colegiada. A decisão vincula os 12 municípios da Amrec que devem seguir as orientações desta reunião de hoje”, enfatiza o diretor executivo da Amrec, Giovani Dagostin em entrevista ao Programa Ponto Final, da Rádio Som Maior.

Bares e restaurantes fechados no fim de semana

O novo texto também trata de bares, restaurantes e similares que, além de cumprir as medidas já estipuladas pelo Governo do Estado, poderão funcionar de segunda-feira a sexta-feira, das 6h as 21h, fechando aos sábados e domingos. “Acreditamos que estas medidas vão de encontro a um problema que estamos encontrando nas nossas cidades. A população que tem nos abordado pedindo mais restrições. É difícil um prefeito fechar um comércio, um expediente, mas com isso acreditamos que a população vai fazer a parte dela também. Desta vez acredito que os municípios vão entrar com fiscalização mais rigorosa do que está sendo hoje. A população também vai participar do combate ao coronavírus. A população também tem que fazer a sua parte. Somando os esforços, vamos conseguir atenuar esta curva”, comenta o presidente da Amrec, prefeito de Cocal do Sul, Ademir Magagnin (PP).

No comércio, cada estabelecimento poderá receber somente a quantidade de clientes equivalente ao número de atendentes. Já as igrejas seguirão respeitando os 30% da capacidade.

Algumas regras do novo decreto:
Supermercados, mercados, padarias, açougues, feiras:
Limitação de uma pessoa por família, redução para 50% da capacidade, horário de funcionamento destes estabelecimentos das 6h às 20h de segunda-feira a sexta-feira e sábado até as 12h. Nos domingos permanecerão fechados. 
Bares, restaurantes e similares:
Além de cumprir medidas do Estado, o horário ficou limitado de segunda-feira a sexta-feira, das 6h as 21h, fechados aos sábados e domingos.
Academias:
De segunda-feira a sexta-feira, das 6h às 20h. Necessidade de fazer a aferição da temperatura de funcionários e clientes. 
Comércio em geral:
Segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 18h e sábados até as 12h e fechado aos domingos. A entrada de clientes deve ser equivalente ao número de atendentes. 
Igreja:
Funcionamento com 30% da capacidade. 

O presidente da Amrec, Ademir Magagnin e o diretor-executivo, Giovani Dagostin, falaram sobre o novo decreto no Programa Ponto Final, da Rádio Som Maior:
 

Tags: coronavírus