Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui

Amigos se despedem de Eno Steiner

Ex-deputado estadual faleceu nesta segunda-feira, aos 74 anos
Paulo Monteiro
Por Paulo Monteiro Criciúma - SC, 17/02/2020 - 12:34Atualizado em 17/02/2020 - 13:36
Foto: divulgação
Foto: divulgação

Faleceu na manhã desta terça-feira, 17, o ex-deputado estadual Eno Steiner, devido a uma insuficiência respiratória. Eno era conhecido por todos pela sua carreira na vida pública, pelo seu papel como político ativo em cargos importantes no governo municipal de Criciúma, como o de vereador e chefe da Casa Civil.

“O Eno foi um homem que fez a carreira na vida empresária e vida pública, deputado por duas vezes, vereador em Criciúma, presidente da Câmara, chefe da Casa Civil. Foi meu secretário também, e desempenhou esse papel com maestria. Nós tínhamos um grupo de almoço às sextas-feiras, em que almoçávamos todos juntos. Ainda ontem visitei ele no hospital, conversamos bastante e ele ainda estava bem lúcido. Perdi um amigo”, disse o ex-prefeito de Criciúma, Márcio Búrigo.

Conhecido por muitos políticos na região, Eno era também muito amigo de Archimedes Naspolini Filho, o qual mantinham uma longa e forte amizade que vinha desde os tempos de Ruy Hülse.

“Nós somos amigos desde toda a vida, desde 1963. Trabalhamos juntos na prefeitura no tempo de Ruy Hülse, assim como no tempo de Arlindo. Militamos na política estudantil juntos, eu fui presidente da União dos Estudantes Secundários de Criciúma e dois mandatos depois ele foi eleito. Tínhamos uma vida muito juntas, fui vereador e ele foi vereador comigo, presidi a Câmara e logo em seguida ele também. Era uma amizade muito estreita”, afirmou Archimedes.

Vizinho de porta de Eno há cerca de 20 anos, o colunista do Portal 4oito, Ney Lopes, também mantinha uma grande amizade com o político do PP. “Conversávamos muito, ele era um conselheiro político, respirava política 24 horas por dia. Tínhamos um grupo de amigos, a “confraria do almoço”, onde todas as sextas-feiras fazíamos uma reunião no bar do Dorva, juntamente com mais amigos”, destacou.

O jornalista Adelor Lessa também é outra personalidade que tinha uma amizade antiga com Eno. “Foi um dos políticos mais honestos que eu conheci. É a perda de uma pessoa importante para a cidade e para a região, Eno tinha amigos muito fiéis e todos o conheciam pela sua postura. Fui funcionário da TV Eldorado na época em que ele foi diretor da TV, depois fui funcionário da Rádio Eldorado quando ele foi diretor da rádio, e sempre tive uma relação muito boa com ele, sempre o respeitei muito e ele sempre  foi muito respeitoso com todos”, relembrou Adelor.

“É uma pena, perdemos todos um cidadão de bem na cidade, um cidadão de princípios, valores e um político que tem um perfil que é pouco encontrado hoje. Infelizmente é da vida, que ele seja bem recebido por Deus e o será e muito obrigado por tudo que ele fez aqui “, concluiu o jornalista.