Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

Alunos do Bairro da Juventude aprendem sobre a indústria do arroz

Estudantes visitaram o Museu da Fumacense Alimentos e se divertiram, prestigiando a maquete automatizada e os objetos antigos
Redação
Por Redação Criciúma, SC, 23/07/2021 - 14:18
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Os pequenos da turma 203, do 2º ano do Ensino Fundamental do Bairro da Juventude, tiveram uma tarde de muita diversão e aprendizado nesta semana, ao visitarem o Museu da Fumacense Alimentos, localizado na unidade matriz da empresa, em Morro da Fumaça (SC). Por meio de uma maquete automatizada e de uma grande variedade de objetos antigos, os estudantes puderam conhecer mais sobre como o arroz que cresce nas plantações é preparado na indústria, para que possa ser encontrado nos supermercados e levado aos pratos de cada um.

Seguindo todos os cuidados necessários – com o uso de máscara e álcool em gel –, os alunos foram acompanhados da professora Denise Cardoso Felipe, que evidenciou o quanto suas expectativas com a visita foram superadas. “Eu nunca tinha vindo na empresa e no museu, e a maquete que nos foi apresentada respondeu todas as perguntas que havíamos pensado em fazer, o que foi muito legal. Sei que as nossas crianças vão conseguir chegar em casa e contar o que entenderam para seus pais e amigos. Será uma ótima continuidade para o nosso projeto de ensino”, completou.

Visando garantir que tudo saísse conforme o planejado e sem nenhum incidente, toda a visita foi acompanhada pelo técnico em Segurança do Trabalho da Fumacense Alimentos, Rony Rodrigues dos Santos.

“Ficamos muito contentes em poder receber os pequenos e repassar as informações sobre o processo produtivo da empresa. Muitas outras pessoas também já entraram em contato conosco, querendo conhecer o museu, mas as ações ainda permanecem um pouco restritas por conta da pandemia. No entanto, à medida que tudo se acalmar, queremos receber ainda mais turmas, tanto de instituições de ensino, quanto de outros grupos que se interessem em visitar”, destacou.