Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Além de Moisés, operação mira Amândio Júnior e ex-assessor da Casa Civil

Ministério Público e PF cumpriram mandados de busca e apreensão na manhã desta quarta-feira
Marciano Bortolin
Por Marciano Bortolin Florianópolis, SC, 30/09/2020 - 11:52Atualizado em 30/09/2020 - 14:36
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Conforme a NSC TV, além do cumprimento de mandado de busca e apreensão contra o governador Carlos Moisés da Silva (PSL), o Ministério Público Federal (MPF) e Polícia Federal (PF) também cumpriu mandados contra o ex-secretário da Casa Civil, Amândio Júnior e o ex-assessor especial da Casa Civil, Sandro Yuri Pinheiro.

Do governador, a Operação Pleumon busca saber se partiu dele a ordem para o pagamento antecipado pelos respiradores. Já com relação a Amândio Júnior, conversa de empresários citou que ele teria pedido “pedágio” de 3% do valor do contrato dos respiradores.

Já sobre Pinheiro, é apontado que ele mantinha relações comerciais com os empresários Márcio Mendonça e Samuel Rodovalho, envolvidos na compra dos respiradores.