Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

Advogado do Tigre explica pendência de R$ 8 milhões com a G.A

O valor está no demonstrativo contábil do clube
Paulo Monteiro
Por Paulo Monteiro Criciúma - SC, 30/04/2021 - 08:53Atualizado em 30/04/2021 - 08:56
Foto: Arquivo / 4oito
Foto: Arquivo / 4oito

O Criciúma Esporte Clube divulgou oficialmente nesta sexta-feira, 30, o relatório de demonstrações financeiras no exercício de 2020, referente ao fim da gestão da G.A / Jaime Dal Farra. Na publicação, mais especificamente no tópico de empréstimos e financiamentos, aparece uma suposta “pendência” entre o clube e a G.A - a qual foi explicada pelo advogado do Conselho Deliberativo do Tigre, Edemar Soratto.

O valor “pendente” é referente a empréstimos captados junto à G.A na ordem de R$ 8.178.546. Segundo Edemar, sempre que faltava algum dinheiro para o clube, a falta de caixa era coberta com recursos da própria G.A. Pelo contrato inicial, ao fim de sua gestão, haveria o perdão milionário para que o Tigre não tivesse nenhuma dívida, mas isso traria outro problema tributário.

Isso porque, caso os R$ 8 milhões fossem baixados integralmente e a dívida perdoada, a Receita Federal entenderia esse valor como uma receita do Criciúma - mesmo que esse valor não existisse de fato. Com isso, no momento da rescisão do contrato, a G.A e o clube entraram em um acordo.

“A saída legal que foi encontrada pela comissão jurídica foi de: rescindir todo o contrato exceto aquelas cláusulas que diziam que os direitos econômicos dos atletas ficariam com a G.A até 18 de dezembro de 2022, que seria o prazo do fim do contrato se não houvesse rescisão antecipada. Esses direitos ficam vigentes para que, até lá, essa dívida possa ser amortizada com os recebíveis que entram no clube”, pontuou Edemar.

“Então imaginamos o seguinte: A G.A tem o Nino no Fluminense, que vende o valor para o exterior e entra R$ 5 milhões para a G.A. Esses R$ 5 milhões entram na conta do Criciúma, que repassa para G.A e vai baixar os R$ 5 milhões daqui. Caso o Reinaldo vá para o Atlético Paranaense, se entrar mais R$ 1 milhão vamos baixar mais R$ 1 milhão desses R$ 8 milhões e repassar para a G.A”, explicou.

Essa amortização dos valores pendentes segue ocorrendo até 18 de março de 2022. Caso chegue esse prazo e ainda reste algum valor a ser pago, dos R$ 8 milhões iniciais, a dívida restante é perdoada.

Tags: CriciúmaEC