Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

Adversário do Tigre renovado e Dyego Coelho: as armas de quem quer escapar da degola no Catarinense

Rival do Criciúma na estreia do campeonato, Hercílio Luz está em fase adiantada de pré-temporada; Metropolitano e Concórdia definem calendário
Heitor Araujo
Por Heitor Araujo Criciúma, SC, 08/02/2021 - 19:00Atualizado em 08/02/2021 - 19:00
Hercílio Luz foi vice-campeão da Série B de 2020 (Foto: Arquivo / Divulgação)
Hercílio Luz foi vice-campeão da Série B de 2020 (Foto: Arquivo / Divulgação)

Fugir da parte de baixo da tabela é um dos objetivos iniciais do Próspera no Campeonato Catarinense. Nesta temporada, serão duas equipes rebaixadas à Série B, das 12 na disputa da elite do estadual. O Time da Raça mira superar os adversários da segundona do ano passado - Metropolitano e Hercílio Luz -, mas pode ter outros adversários.

Dos clubes remanescentes do ano passado, o de pior campanha foi o Concórdia. O Galo do Oeste inicia nesta semana a "pré-temporada" visando o Catarinense, após despedir-se da Copa Santa Catarina. Em Tubarão e em Blumenau, os calendários estão diferentes: enquanto o Hercílio Luz, primeiro adversário do Tigre em 2021, já fez até jogo-treino, o Blumenau recém anunciou o novo técnico.

A reportagem do Portal 4oito procurou repórteres de Tubarão, Blumenau e Concórdia para saber sobre a pré-temporada dos clubes que disputarão o Catarinense de olho na parte de baixo, mas sem almejar algo a mais lá em cima. 

Hercílio Luz - com informações de Eduardo Ventura, do Esporte de Primeira

O adversário do Tigre na estreia do Catarinense tem como objetivo claro no estadual a permanência. O vice-campeão da Série B de 2020 tem uma base sólida para a temporada. Marcelo Caranhato, 43 anos, comandou no último sábado o primeiro jogo treino de preparação, vitória por 3 x 2 sobre o Baruch, em Pedras Grandes.

Caranhato demonstrou otimismo após o jogo-treino em Pedras Grandes. "Estamos tentando otimizar e aproveitar o tempo da melhor forma possível. Os atletas estão assimilando bem e tenho certeza que no dia 24 estaremos próximo do ideal, um time competitivo", disse ao portal Esporte de Primeira.

Ao contrário do Próspera, que tratou de manter a equipe de sucesso na Série B do ano passado, o Hercílio passou por um processo de reformulação. Além da saída do técnico Rodrigo Bandeira, substituído pelo ex-Brusque Marcelo Caranhato, a maioria dos jogadores do acesso deixou o clube.

Apenas cinco permaneceram: o lateral-direito Geovane, o esquerdo Boré, os zagueiros Negretti e Hyago e o meia-atacante Jhonata Lima. Entre os reforços que chegaram está o ex-Tigre Carlos Eduardo. O elenco conta atualmente com 19 jogadores e tem-se a expectativa de anunciar um lateral esquerdo nos próximos dias.

Depois de enfrentar o Tigre na estreia, o Hercílio Luz recebe o Próspera na 2ª rodada, partida disputada no estádio Aníbal Costa, em Tubarão

Metropolitano - com informações de Jerry de Oliveira, de Blumenau

O clube de Blumenau anunciou nesta segunda-feira um nome de peso para o comando técnico: Dyego Coelho, ex-categorias de base do Corinthians e que comandou interinamente o clube paulista em duas passagens. A expectativa no Metropolitano é, após o acerto com o novo técnico, apresentar ao menos sete jogadores ainda nesta segunda.

O clube deve manter 50% da base do elenco que conquistou o acesso na Série B do ano passado, com a terceira colocação na competição vencida pelo Próspera. Uma das promessas para este primeiro semestre é firmar um patrocínio com a verba de R$ 900 mil, da qual parte iria para a montagem do elenco e parte para melhoramento da infraestrutura.
 
A estreia no Catarinense no dia 25 de fevereiro, contra o Figueirense, partida possivelmente realizada na Ressacada, em Florianópolis, com mando do Metro - o estádio Herman Ainchinger, em Ibirama, passa por intervenções, com serviços de terraplanagem, drenagem e irrigação. 

Frente a frente com o Metropolitano estará o Próspera na 4ª rodada do Catarinense, partida realizada no estádio Heriberto Hülse. Já o Tigre enfrenta o clube de Blumenau na 9ª rodada, também no Heriberto Hülse.

Concórdia - com informações de Ederson Vilas Boas, Rádio Rural

Salvo do rebaixamento na repescagem contra o Tubarão no ano passado, o Concórdia surpreendeu na Copa Santa Catarina e chegou até a final, após eliminar o Marcílio Dias na semifinal. Nos pênaltis, a equipe de Emerson Cris perdeu o título para o Joinville e ficou fora da Copa do Brasil de 2021. 

A competição serviu de laboratório para o Concórdia. Nesta semana, será feita a avaliação individual dos jogadores para definir o elenco que jogará o Campeonato Catarinense. Tem-se a expectativa de permanência de jogadores importantes, como o atacante Michel, ex-Criciúma e duas artilharias do Campeonato Gaúcho no currículo. 

Pela Copa Santa Catarina, o Concórdia fez oito partidas: quatro vitórias, um empate e três derrotas. Passou na primeira fase em quarto lugar, eliminou o Marinheiro fora de casa na semifinal e venceu a partida de ida da final contra o Joinville por 1 x 0, sendo derrotado pelo mesmo placar na volta e perdido o título nos pênaltis. 

Na estreia do Catarinense, o Galo terá um clássico do Oeste do Estado: enfrenta a Chapecoense, uma das favoritas ao título. O primeiro confronto contra um criciumense será na 5ª rodada, quando enfrenta o Próspera no estádio Domingos Lima, em Concórdia.  Contra o Tigre, o confronto será na 10ª rodada, também em casa.