Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

Adriana Rosso: a história de quem cresceu com a agricultura

Empresária vem trabalhando a anos em prol do desenvolvimento da bananicultura em Criciúma
Paulo Monteiro
Por Paulo Monteiro Criciúma - SC , 30/11/2020 - 10:23Atualizado em 30/11/2020 - 10:25
Foto: divulgação
Foto: divulgação

Empresária agricultora, presidente da associação da bananicultura e associada de quatro cooperativas. Este é o atual “currículo” de Adriana Rosso, que há anos vem trabalhando em prol do crescimento da agricultura, sobretudo no segmento de venda e plantação de bananas, em Criciúma, sendo a convidada do quadro Tem Coop desta segunda-feira, 30.

Apesar de hoje exercer sua profissão com muito orgulho, Adriana nem sempre se classificou como agricultora. “Quando eu assumi a presidência da Abacri [Associação dos Bananicultores de Criciúma] foi que eu comecei a criar coragem e assumir que sou agricultora. Antes, quando eu ia preencher uma ficha no comércio, eu colocava que era do lar, porque não me achava agricultora por não ir para a lavoura, sempre cuidei da parte de administração. Agora aprendi que não é bem assim”, comentou.

O trabalho de Adriana, inclusive, já atinge também outros municípios do país. Um de seus principais produtos é o chips de banana, criado em 2018 durante a Festa da Banana em Criciúma. Na época, a empresária comprou um chips da fruta que vinha de São Paulo, mas percebeu que não tinha a consistência da banana em si, então comprou uma máquina e trabalhou para deixá-lo ainda mais consistente, com uma receita própria.

Desde sua entrada na Abacri, a associação passou a receber dezenas de associados. “Hoje já temos 60 associados, com um número bastante expressivo de mulheres”, disse a agricultora, destacando que o papel da associação é justamente direcionar para os associados a melhor forma de compra e venda, proporcionando cursos financeiros, educacionais e também na área de culinária.

“Buscamos por melhorias na bananicultura, para que ela seja conhecida. Em Criciúma, são mais de 110 hectares de banana plantados. Acontece que era uma cultura não muito valorizada, e hoje em dia estamos sendo bem vistos”, afirmou.

Adriana está concluindo o seu curso de influenciadora do agro.No Instagram, com o usuário @adridoagro, ela vem trabalhando a fim de contribuir ainda mais para o desenvolvimento do segmento. “Vejo como essas pessoas valorizam o trabalho da gente. Esse curso eu busquei para ajudar nossos agricultores aqui de Criciúma, se querem divulgar o produto deles pode falar comigo que vou divulgar”, ressaltou.