Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Acélio Casagrande fala sobre o HMISC e futuro para 2019

Secretário de Estado da Saúde ainda não sabe se continuará na função no Governo Moisés
Erik Behenck
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 29/11/2018 - 08:45Atualizado em 29/11/2018 - 08:47
(foto: Erik Behenck)
(foto: Erik Behenck)

O atual secretário de Estado da Saúde, Acélio Casagrande, deverá deixar o Governo junto com Eduardo Moreira, mas, antes tem uma importante obra para inaugurar. A ampliação do Hospital Materno Infantil Santa Catarina (HMISC) será inaugurada neste sábado (1º), com expectativa de receber 200 partos por ano. Em entrevista ao Programa Adelor Lessa, o secretário falou sobre o assunto.

“Se contar a história daquele hospital e buscar lá atrás, quanto o Governo Federal, o Governo Estadual e o Governo Municipal, é muito, uns R$ 20 milhões. Se colocar na ponta do lápis, nessa finalização vai chegar perto de R$ 5 milhões. Agora o ideias está fazendo a capacitação de pessoal”, garantiu.

O diretor geral do HMISC, Leon Iotti, diz que principalmente os partos perigosos serão realizado na unidade. “A ala de pediatria segue atendendo normalmente, embora possamos fazer uma alteração de cronograma. No dia 17 de dezembro devemos abrir a maternidade, atendendo as primeiras gestantes. Precisamos organizar o hospital do ponto de vista pessoal antes de abrir as portas ao público”, afirmou.

Acélio em 2019

O atual secretário afirmou que conheceu recentemente o governador eleito Carlos Moisés e que ainda não sabe se continuará na função. “O governador vai fazer uma equipe que ele tenha total confiança. Se isso acontecesse, eu entendo que seria importante para a Saúde de Santa Catarina”, disse. “Tem muitos convites de prefeituras, algumas aqui da região e também lá em Porto União, quase no Paraná. Nós vamos continuar trabalhando, quem sabe até mesmo a iniciativa privada”, completou.

Confira a entrevista na íntegra: