Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

A premiação do Festival Uma Canção para Criciúma (VÍDEO)

Vencedores estiveram no Programa Adelor Lessa e participaram de uma confraternização na Rádio Som Maior
Heitor Araujo
Por Heitor Araujo Criciúma - SC, 26/11/2019 - 09:27Atualizado em 26/11/2019 - 09:30
Foto: Luana Mazzuchello
Foto: Luana Mazzuchello

O Festival Uma Canção para Criciúma já está no imaginário do povo criciumense. Foram quatro noites inesquecíveis, com 12 apresentações cada, que definiu as três canções vencedoras, além de premiar o melhor intérprete e a torcida mais animada, que fez muito barulho no auditório Ruy Hülse, na Unesc. 

A premiação ocorreu na manhã desta terça-feira, 26, ao vivo no Programa Adelor Lessa, da Rádio Som Maior. Estiveram no estúdio da rádio os três intérpretes das três melhores canções, Diego Pavei Damazio (1º lugar), Zedequias Senado (2º lugar) e Márcio Domingos (3º lugar e também eleita a melhor letra), além do melhor intérprete, João Paulo de Costa, e a melhor torcida, Amanda Palheta.

O cheque foi entregue por Adelor Lessa ao presidente da Fundação Cultural de Criciúma (FCC), Júlio Lopes, no valor de R$ 20 mil - divididos da seguinte forma: R$ 7 mil para a canção vencedora, "Eu sou daqui e não abro mão", R$ 4 mil para a canção "Criciúma, aqui é o melhor lugar", segunda colocada, R$ 2 mil para "Fundação de Criciúma", na terceira posição, que também recebeu mais R$ 3 mil pela melhor letra, R$ 3 mil  para o melhor intérprete, com a canção "Criciúma, eu acredito", e R$ 1 mil para a melhor torcida. 

Os artistas juntaram-se e cantaram algumas canções ao vivo na rádio. Abaixo o vídeo com a entrega do cheque e a voz do melhor intérprete, João Paulo de Costa, cantando "Criciúma, eu acredito".