Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

A história da emancipação de Criciúma

Município comemora 93 anos de emancipação neste sábado com espetáculo Marley in Camerata
Por Clara Floriano Criciúma - SC, 02/11/2018 - 16:33Atualizado em 03/11/2018 - 09:13
(foto: reprodução/ Prefeitura de Criciúma)
(foto: reprodução/ Prefeitura de Criciúma)

Acontece neste sábado o espetáculo Marley in Camerata, às 10h, na Praça Nereu Ramos. Esta é a quarta edição do evento que traz a Camerata de Florianópolis e a banda Congah. A razão da realização do evento é o aniversário de 93 anos de emancipação de Criciúma, comemorado no próximo domingo (4). Mas você sabe como começou essa história?

A data oficial de colonização do município é 6 de janeiro de 1880. Foi quando integrantes de 22 troncos familiares do Norte da Itália chegaram às terras que, inicialmente, pertenciam a Tubarão. Pouquíssimo tempo depois, Criciúma passou a ser um distrito de Araranguá, município que acabava de se emancipar.

“Inicialmente, o Sul do Estado tinha um único município: Laguna. Toda a região pertencia a Laguna. Depois Tubarão se emancipou e ia desde Laguna até o limite com Rio Grande do Sul. Em 1880, quando Criciúma foi fundada, Araranguá se emancipou. Por poucos meses, Criciúma pertenceu a Tubarão”, detalhou Archimedes Naspolini Filho.

A emancipação de Criciúma só começou a ser tratada no início do ano de 1925 e só foi concretizada em novembro do mesmo ano. “Foram 11 meses lutando para que a emancipação fosse dada”, esclareceu Naspolini.