Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

A Guerra da Síria vista por criciumenses

Movimento Brasil Pela Síria busca ajudar os refugiados da guerra civil, focando na saúde 
Erik Behenck
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 06/12/2017 - 14:22Atualizado em 06/12/2017 - 15:14
(foto: Amanda Farias)
(foto: Amanda Farias)

O Movimento Brasil Pela Síria busca ajudar esse país que fica a mais de 10 mil quilômetros e registrou 400 mil mortes desde 2011 com a guerra civil. São milhares de refugiados, que seguem para campos na Jordânia, o idealizador do projeto foi o pastor criciumense Alessandro Campos, que participou do Programa do Avesso, junto com outros voluntários.

“Eu não sabia nada da Síria, mas as reportagens da TV me chamaram muita atenção. Já participei de alguns projetos na Índia, com os Dalit, que são a casta mais baixa. Aqui as pessoas podem até passar fome por vadiagem. Na Índia, uma distância de Criciúma e Tubarão, levei 9h para percorrer, devido ao caos do trânsito”, explicou o pastor.

A ideia é ser ativo e contribuir de alguma maneira. A primeira missão foi arrecadar R$ 30 mil, para a compra de água e cobertores, após 15 dias, o valor chegou a R$ 78 mil. De acordo com dados da Organização das Nações Unidas (ONU), existem mais de 4,85 milhões de sírios refugiados pelo mundo.

Já na segunda missão, Alessandro aprimorou a experiência e levou uma equipe de voluntários composta por médicos, dentistas e especialistas que pudessem oferecer cursos profissionalizantes aos refugiados. “Tinha pacientes com 65, 70 anos de idade que receberam a primeira consulta da vida. Eles me proporcionaram um bom consultório e queriam que eu não voltasse”, contou o dentista, Guilherme Naspolini.

No sábado (9) acontece a 2ª edição do Bazar do Amor, evento que busca arrecadar recursos para a próxima missão do Movimento Brasil pela Síria, que está programada para 3 de janeiro. Com descontos de até 70% nas peças femininas e roupas a partir de R$ 20, o evento acontece na Plurall Coworking, das 9h às 20h.

“Parte da renda será revertida para a viagem. Algumas marcas doaram mesmo. Entregamos na mão de Deus e ele tem feito coisas maravilhosas, muitas doações de coisas boas”, disse a coordenadora do Bazar do Amor, Carolina Bozano.

A terceira missão contará novamente com profissionais de áreas da Saúde, como médicos, fisioterapeutas, dentistas e também especialistas que possam oferecer cursos profissionalizantes aos refugiados.

Confira o Programa do Avesso completo no link abaixo: