Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

A formação de condutores e suas exigências

Do Avesso recebeu instrutores para falar sobre autoescola e suas curiosidades
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 09/08/2018 - 16:01Atualizado em 10/08/2018 - 09:42
(foto: Luana Mazzuchello)
(foto: Luana Mazzuchello)

Ter paciência e gostar de ensinar são quesitos fundamentais para instrutores de autoescola. O Programa do Avesso, da Rádio Som Maior, recebeu Vinicius Ribeiro, Fátima Darós e John Richard para falar sobre o assunto. Durante as aulas, seja na parte teórica ou na prática, surgem muitas dúvidas entre os alunos, além disso, nem todos querem tirar habilitação.

"Quando são impostos, aquele 'vai tirar a carteira', daí é complicado. Esses dias teve um que não queria tirar, mas precisava pelo emprego. Tem pessoas que são impostas e não querem, então o trabalho fica dobrado para o instrutor", mencionou Ribeiro, que também é advogado e tem 19 anos de experiência como instrutor.

Um problema para o trânsito, não apenas em Criciúma, mas em todas as grandes cidades são as faixas de pedestres. “Temos o problema das faixas estarem mal colocadas”, analisou Richard. “A gente sempre coloca que a faixa devia ser antes, tendo espaço para um veículo”, disse Fátima.

Para fazer o curso de instrutor é necessário ter ao menos 21 anos e ter concluído o ensino médio, deve ter ao menos dois anos de habilitação para veículo e um ano na categoria D, além de não ter cometido infrações gravíssimas nos últimos anos.

Confira o Programa do Avesso completo: 

Siga o Programa do Avesso no Spotify: