Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

“A essência das redes sociais se perdeu”, diz publicitária sobre Notas do Instagram

Para Alessandra Koga, a atualização revela uma crise de identidade por parte das redes sociais
Por Giovana Bordignon Criciúma, SC, 14/12/2022 - 16:33
Foto: Reprodução/ 4oito
Foto: Reprodução/ 4oito

Quer receber notícias como esta em seu Whatsapp? Clique aqui e entre para nosso grupo

Na noite desta terça-feira (13), os usuários do Instagram se surpreenderam com uma atualização da plataforma. A nova ferramenta Notas permite publicações curtas de até 60 caracteres. Apesar de recém-testado pelos chamados usuários Beta, o recurso não agradou a todos e foi acusado de ser muito semelhante ao Twitter. “A essência das redes sociais se perdeu. Elas ficam bebendo umas das fontes das outras”, avalia a publicitária e especialista em Cultura Digital, Alessandra Koga.

Para quem ainda não conhece a atualização, basta abrir a área de mensagens diretas (direct) do Instagram, as Notas ficam na parte superior, organizadas por bolinhas, assim como os stories. É possível postar uma mensagem – de, no máximo, 60 caracteres –, para seguidores ou pessoas da lista de Amigos Próximos. A nota fica disponível por 24 horas e as respostas chegarão como mensagens diretas.

Segundo o Instagram, durante os testes e pesquisas, a conclusão foi que as pessoas sentiam falta de ter um lugar para se manifestar através de texto e mensagens curtas dentro da plataforma. “Eu não vi utilidade nenhuma, acho que não faz sentido. Mas vamos ver se não vai ‘flopar’. Eu acredito que esse formato vai sumir também”, pontua Koga.

Redes sociais passam por crise de identidade

Na opinião de Koga, as redes sociais estão passando por uma “baita crise de identidade” e, em vez de se reinventar, elas se baseiam em recursos que já funcionam em outras plataformas. Além da última atualização – comparada ao Twitter –, outras ferramentas adotadas por diferentes redes também são consideradas “cópias”. No caso do Instagram, alguns mecanismos são embasados no TikTok.

“Eles não conseguem mais mirar no TikTok, acertar e copiar, porque houve uma grande rejeição quando eles tentaram mudar a timeline para ficar igual. Então, agora resolveram mirar no Twitter para ver se eles conseguem beber um pouco dessa fonte”, salienta a publicitária. “O Instagram virou essa grande colcha de retalhos, um pouquinho de um, um pouquinho de outro”, completa.

Copyright © 2022.
Todos os direitos reservados ao Portal 4oito