Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Tem torcedor chamando de Santo Luiz

O goleiro do Criciúma E.C. agarrou bem todas as perguntas no Do Avesso
Mano Dal Ponte
Por Mano Dal Ponte 22/02/2019 - 19:33Atualizado em 22/02/2019 - 23:35

Luiz, o goleiro do Criciúma Esporte Clube, foi o convocado desta sexta (22/02/2019) de Mano Dal Ponte e Pity Búrigo no Programa do Avesso. 

Rolou um aquecimento com Fernando Ribeiro, jornalista e assessor de imprensa do Tigre desde 2012.  Fernando é responsável pela produção de matérias, fotos, clipagem, organização de entrevistas coletivas, endomarketing e estratégias de comunicação do clube carvoeiro e dos jogadores. Ribeiro disse que não é fácil administrar os atletas, cada um tem um jeito de lidar com o fato de jogar num time profissional e bem organizado. O assessor já sobreviveu às trocas de diretorias do clube e passou altos e baixos com o time no Catarinense e nos campeonatos nacionais.

O futebol envolve muito mais do que uma empresa normal, envolve paixão dos torcedores, dos jogadores, da torcida e, até mesmo, dos profissionais que trabalham no clube e é sempre difícil separar a paixão do lado profissional. Fernando não esconde que as crises existem e, muitas vezes, informações confidenciais vazam ou os jogadores cedem declarações controversas e, no final, cabe ao assessor de imprensa amenizar as coisas. 

Fernando Ribeiro, assessor de imprensa do Criciúma EC (Foto: Mano Dal Ponte)


Quando o time está bem, todos ganham. Quando o Criciúma perde, todos são incompetentes, dos jogadores aos funcionários, declara o profissional. 

O Goleiro Luiz se consagrou no útlimo dia  21, pegando 2 pênaltis contra o Oeste/SP, garantindo a classificação do Criciúma E.C. para a próxima fase da Copa do Brasil. Mesmo no clima da vitória, Luiz é ponderado nas declarações, não aceita receber os méritos e afirma que o futebol é um trabalho de equipe. O máximo que podemos comemorar é um dia após o jogo, depois é pensar nas próximas partidas, até porque tudo pode acontecer, o time pode não estar tão bem nos próximos confrontos, afirma o guarda-metas. 

Mais experiente, e segundo ele não tão velho, Luiz aceita a responsabilidade de ajudar os jogadores mais novos no alinhamento da carreira. 



A vida de goleiro é injusta, é o atleta que todos odeiam. "As pessoas vão no estádio para ver gols e o goleiro é o cara que impede que isso aconteça". 

Sobre o goleiro Luiz: Luiz Silva Filho, 36 anos, nasceu em Nova Alvorada do Sul (MS) e é atualmente goleiro do Criciúma E.C. Ele foi revelado nas categorias de base do Mirassol, onde atuou em 1997 e 2003. O início da carreira profissional foi no ano de 2003 também no Mirassol. Luiz é casado e pai de dois meninos. Expõe pouco sua vida pessoal nas redes sociais. A partir de 2004 começou a jogar pelo São Caetano. Em 2014 veio para o Tigre por empréstimo do São Caetano e, no ano seguinte, assinou um contrato de quatro anos com a equipe carvoeira. Luiz já disputou mais de 200 jogos pelo Criciúma.

Fernando Ribeiro, Pity Búrigo, goleiro Luiz e Mano Dal Ponte (Foto: Clara Floriano)


Confira a entrevista completa com Fernando Ribeiro e o goleiro Luiz no podcast abaixo: 

 

4oito

Deixe seu comentário