Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Você realmente conhece muito bem seu negócio?

A maioria de nós se concentra naquilo gostamos ou que mais dominamos e torcemos que o resto esteja tudo ok.
Claiton Pacheco Galdino
Por Claiton Pacheco Galdino 20/11/2018 - 09:18Atualizado em 20/11/2018 - 09:31

Muitos anos atrás, um amigo que se tornou um mentor de negócios me fez uma pergunta que literalmente me confundiu.

Ele me perguntou quanto custava abrir minhas portas todos os dias.

Eu não fazia ideia. Ironicamente, sou eu que agora faço essa pergunta aos meus clientes o tempo todo e fico impressionado com o pouco que as pessoas sabem sobre seus negócios. Se eu fizer essa pergunta em uma sala com cem pessoas, terei sorte se cinco pessoas levantarem a mão para dizer que sabem.

Todos nós precisamos conhecer todos os aspectos do nosso negócio. Não estou dizendo que devamos nos tornar micro-gerentes, mas precisamos saber certos fundamentos.

Quer estejamos lucrando ou perdendo dinheiro, o mais importante é saber isso e hoje.

Acredito que todo negócio, grande ou pequeno, precisa saber se ganhou dinheiro ou se perdeu dinheiro naquele dia. Conheço empresas enormes, operando em trinta países, que obtêm números diários do negócio.

Também precisamos saber o que é normal para nossos negócios: por exemplo, quais produtos são vendidos e quais não são; quais mudanças nos padrões e tendências dos clientes e aumentos nos custos são esperados. Se ocorrerem mudanças inesperadas ou aumentos no custo, precisamos descobrir o motivo. Tanto dinheiro escapa entre as rachaduras de um negócio que é ridículo.

Coisas como contas de telefone subindo inesperadamente, um aumento nos gastos com papel de carta, ou mesmo um aumento nos gastos com pequenos gastos sempre ativam meus genes Sherlock Holmes.

Mas como você pode reconhecer anomalias se você não sabe o que é normal?

Sempre é importante saber exatamente o que estamos comprando e como está sendo usado. Eu não quero soar como uma daquelas pessoas pedantes que ficam nervosas sobre alguém pegando um lápis. Eu realmente não me importo, mas se eles pegam, eu gosto de saber.

Na verdade, sou um chefe muito descontraído, mas ao longo dos anos percebi que a diferença entre prestar atenção e não prestar atenção pode custar milhares de reais.

 Qualquer empresário que conheça seus negócios por dentro e por fora, e eu quero dizer que todas as partes do negócio não são apenas as partes em que eles estão mais interessados, estará a frente à concorrência.

A triste realidade é que muito poucas empresas têm a real idéia sobre todas as partes de seus negócios além de vender os produtos e serviços em que se especializam e, finalmente, é isso que os impede de ter sucesso.

4oito

Deixe seu comentário