Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Por onde começar para inovar em sua empresa

Claiton Pacheco Galdino
Por Claiton Pacheco Galdino 30/07/2019 - 09:00Atualizado em 30/07/2019 - 09:45

Pesquisas mostram que a grande maioria dos executivos vêem a inovação como crítica para seus negócios.

Mas, se você quiser tornar sua organização mais ágil e inovadora, por onde começar?

Você poderia lançar uma grande iniciativa com belos discursos, aulas de treinamento e um esquema de ideias, mas você pode ter tentado tudo isso no passado e mesmo assim ter fracassado.

O melhor é começar com uma avaliação brutalmente honesta sobre o que está impedindo que a inovação aconteça.

As organizações involuntariamente desenvolvem bloqueios internos à inovação em termos de cultura e práticas corporativas.

Não adianta fazer brainstorming super fértil em idéias se houver bloqueios que impeçam a implementação das boas idéias.

Nas minhas conversas com clientes sobre inovação, começamos discutindo o que é inovação e quais são seus benefícios.

Então, pergunto aos gestores o que está impedindo a inovação em seus negócios hoje. As respostas mais comuns que recebo incluem:

  • Nós não temos tempo suficiente para tentar coisas novas
  • Não há orçamento para experimentação
  • Somos avessos ao risco
  • Há um medo do fracasso
  • Os processos de aprovação são longos e difíceis com muitas etapas
  • Não está nos nossos objetivos ou Key Performance Indicators (KPIs)
  • Não há recompensas ou incentivos
  • Departamentos trabalham só para si
  • Não há visão ou estratégia para inovação

Discutimos e priorizamos esses problemas.Então, geramos ideias para superar alguns dos impedimentos mais importantes.

É incrível como os problemas são semelhantes em diferentes organizações em diferentes setores - seja no governo, instituições de caridade ou empresas privadas.

O problema mais comum que ouço é o tempo.

As pessoas em todos os lugares estão tão ocupadas com o trabalho diário que não têm tempo para experimentar novos métodos ou abordagens.

Felizmente, podemos aprender e tomar emprestado ideias das organizações mais inovadoras - que muitas vezes enfrentam problemas semelhantes.

Google, Genentech e 3M permitem que até 20% do tempo de experiência dos funcionários seja usado para inovar.

Você não precisa ser tão ousado inicialmente. Alocar um dia por mês seria um bom começo.

E você não precisa dar isso a todos os funcionários. Você pode começar em determinados departamentos, medir o progresso e, em seguida, expandi-lo para mais áreas.

Inovação tem que ter um propósito e deve apoiar a estratégia corporativa.

Então, comece com uma visão de para onde a organização quer ir e como a inovação é necessária para chegar lá. Para quem não sabe onde quer ir nenhuma inovação vai ajudar.

Depois de definir a visão, siga este plano:

  1. Avalie o estado de inovação do seu negócio hoje. Identifique os bloqueadores e priorize retirá-los do caminho.
  2. Desenvolva planos para superar as questões mais importantes.
  3. Implemente esses planos em alguns departamentos e só depois distribua-os em toda a empresa.
  4. Meça o progresso.
  5. Melhore o que fez e implemente mais ideias.

Isso parece simples e é, mas mudar as práticas corporativas e a cultura arraigadas exige esforço determinado.

Belos discursos não são suficientes.

A mudança é alcançada através de ações e elas precisam ser priorizadas e seguidas.

A boa notícia é que quase todos na organização querem ver inovações benéficas. Portanto, comece removendo as barreiras atuais para que as ideias possam fluir mais facilmente desde o início até a implementação.

4oito

Deixe seu comentário