Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

O custo de protelar a inovação

Uma abordagem conservadora pode servir bem os negócios em algumas circunstâncias, mas no clima atual muita cautela pode levar as empresas a serem substituídas por concorrentes com visão de futuro e recém-chegados ao mercado.
Claiton Pacheco Galdino
Por Claiton Pacheco Galdino 05/02/2019 - 09:00

Não há dúvida de que os mercados estão passando por mudanças rápidas.

Avanços tecnológicos, grandes mudanças nas expectativas dos clientes e novos entrantes(players) estão desafiando os modelos de negócios tradicionais.

Embora essa mudança radical esteja causando muita consternação em certos círculos, ela também deve ser vista como uma oportunidade.

De acordo com uma pesquisa da Cisco, a ruptura provavelmente levará ao fechamento de uma média de quatro de cada dez empresas atuais em todos os setores nos próximos cinco anos.
E ainda de acordo com a pesquisa, mais de.30% das empresas está adotando uma abordagem de “esperar para ver” e apenas 25% descrevem sua abordagem à inovação como proativa.

Embora uma abordagem conservadora possa servir bem os negócios em algumas circunstâncias, no clima atual muita cautela pode levar as empresas a perderem completamente o "trem da história" e serem substituídas por concorrentes atuais e/ou recém-chegadas mas com visão de futuro.

Muitas empresas tem buscado oportunidades digitais em todos as partes de seu modelo de negócios e lideraram a ruptura ou estão se tornando rapidamente seguidores.

Se analisarmos a mudança estrutural que a automação e a análise avançada de dados podem trazer, podemos ver o imperativo de agir imediatamente.

A verdadeira beleza da inovação é que, em muitos casos, ela tem o potencial de aumentar simultaneamente a satisfação do cliente, melhorar a eficácia, reduzir custos e cortar definitivamente muitas despesas atuais.

A procrastinação pode levar a uma incapacidade de competir.

Mas o que as empresas devem fazer?

Começar!

Devem se concentrar onde ganharão as maiores vantagens competitivas.

Seja centrado no cliente

Há uma consciência crescente da necessidade de as empresas adotarem uma abordagem centrada no cliente.

Pergunte, converse e ouça seus clientes e valide com eles suas ideias.

Analise a experiência de ponta a ponta de seus clientes com sua empresa.

Desde aquisição até suas reclamações, procure maneiras de tornar sua vida mais fácil.

Há muitos dados e oportunidades aí.
Mas comece, antes que seja tarde.
Até a próxima semana.







 

4oito

Deixe seu comentário