Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Invista no que não vai mudar no seu negócio nos próximos anos

Se você deseja construir um negócio bem-sucedido e sustentável, se pergunte inicialmente, sobre o que não irá mudar nos próximos dez anos e que poderia afetar sua empresa.
Claiton Pacheco Galdino
Por Claiton Pacheco Galdino 04/09/2018 - 09:00

É muito comum vermos os empresários preocupados com o futuro de seus negócios. Geralmente estas preocupações são ligadas as mudanças que estamos vivenciando e principalmente com as que ainda virão.

Se você deseja construir um negócio bem-sucedido e sustentável, se pergunte inicialmente, sobre o que não irá mudar nos próximos dez anos e que poderia afetar sua empresa.

Em vez disso, pergunte a si mesmo o que não vai mudar e coloque toda a sua energia e esforço nessas coisas.

Esse é o conselho do CEO da Amazon, Jeff Bezos, destacado em uma entrevista recentemente.

Bezos sugere que você construa uma estratégia de negócios em torno das coisas que sabe que ainda serão estáveis ao longo do tempo.

Por exemplo, não é provável que os clientes irão preferir preços mais altos no futuro por serviços que eles contratam, portanto você deve investir pesado para garantir que você conseguirá se manter rentável e lucrativo no futuro mesmo com preços mais baixos.

Para ajudar a alcançar preços mais baixos, a Uber investiu tempo e dinheiro nos algoritmos de roteamento de seu aplicativo e um sistema de inteligência para previsão de demanda, previsão de congestionamento, correspondência de suprimentos, posicionamento de suprimentos, despacho inteligente e preços dinâmicos. A empresa também lançou o UberPool, uma opção de compartilhamento de caronas que se tornou uma das iniciativas desta estratégia de preçcos baixos da empresa.

Ou seja, o Uber está fazendo um grande investimento em algo que nunca mudará, pessoas que querem pagar menos pelo transporte.

Bezos acredita que as pessoas se manteriam como clientes da Amazon desde que eles sempre tivessem melhores preços e remessas rápidas. Assim, a empresa passou os últimos 11 anos investindo nessas coisas - muitas vezes renunciando a lucros de curto prazo para fazê-lo.

Para trabalhar em prol dessas coisas, a Amazon gastou bilhões na construção de centros de distribuição nos EUA e ao redor do mundo.

Todos os novos centros de distribuição foram criados para estarem mais próximos dos clientes e ajudar no aumento da velocidade de entrega e também na redução de custos de transporte e entrega.

Tem sido um esforço longo e que nunca terminará já que os clientes sempre valorizam melhores preços e as opções de entrega rápida da Amazon.

E no seu negócio o que não vai mudar e que você deve colocar muita energia, foco e investimentos?

4oito

Deixe seu comentário