Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Pare tudo e venha ver, a festa vai começar!

Criciúma vence Sampaio Corrêa por 2 a 0 em e se mantém na série B
Amanda Farias
Por Amanda Farias 25/11/2018 - 15:00Atualizado em 26/11/2018 - 13:06

Clima de festa. Assim estava o estádio Heriberto Hülse na tarde deste sábado (24) em jogo decisivo contra o Sampaio Correa. No primeiro tempo, o clima era de tensão. Torcedor irritado, aflito, roendo as unhas e esperando ansiosamente o Tigre abrir o placar, o que ainda não tinha acontecido. 

No segundo tempo o Criciúma veio diferente e, a torcida, apoiando do início ao fim. Zé Carlos abriu o placar e incendiou o Majestoso, trazendo alívio e grande alegria aos torcedores, que gritavam “uh, terror: o Zé Carlos é matador”! Querendo ainda mais, o Criciúma seguia em busca da vitória e quase no finalzinho, Elvis marcou o segundo gol, aos 43 do segundo tempo.

Foi, sem dúvidas, o jogo mais emocionante de 2018. Não só por se tratar de um jogo decisivo que garantiria a permanência do Criciúma na Série B, mas devido ao grande número de público, o maior do ano: 9.022 torcedores. A torcida explodia no estádio Heriberto Hülse, o dia foi de casa cheia e muita energia positiva. Os torcedores tiveram um papel importantíssimo no jogo, através da paixão pelo Tigre, dando apoio aos jogadores do primeiro ao último minuto. A galera marcou presença e foi pra casa feliz pela permanência na Série B, mas mandaram o recado: “A torcida tá cansada de brigar pra não cair, de campanhas pífias no Catarinense. Nós queremos ser campeão, nosso time é gigante, o nosso clube é o maior de Santa Catarina e o desejo é só ser campeão”, declara Marco Antonio Medeiros.

E no final, para quem quisesse ouvir, lindamente a torcida entoava: “Você nunca vai entender, O que é nossa paixão. Não pedimos nada em troca, Está dentro do coração. Pare tudo e venha ver, A festa vai começar, Com a banda carvoeira que não para de apoiar. Te apoio a toda parte! Te apoio a todo momento! E por isso nunca vou te abandonar!”.
 

 

4oito

Deixe seu comentário