Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

O Tigre acordou

Amanda Farias
Por Amanda Farias 06/06/2018 - 00:52Atualizado em 06/06/2018 - 01:05

Muito diferente do último jogo em casa, o clima da noite de terça-feira (05) era outro. Apesar de o público não ser dos maiores, os torcedores que estavam presentes se mostraram confiantes com o Tigre desde o início. Era como se uma nova fase tivesse começado. Primeiro tempo acalentou a torcida carvoeira, que mesmo em meio ao frio e à chuva que dominavam o estádio Heriberto Hülse, o primeiro gol marcado por Zé Carlos veio para esquentar o público.

E não parou por aí. No segundo gol, era gente gritando e pulando para todos os lados foi possível ver cerveja voando dos copos em várias direções - a torcida não acreditava naquele segundo gol, marcado por Eduardo. Primeiro tempo trouxe satisfação e o torcedor dizia que dessa vez o time estava (finalmente) arrumado, com jogadas organizadas. Claro que teve quem criticasse Zé Carlos, intitulando-o como figura folclórica, mas muitos outros o aplaudiam e gritavam o nome do “Zé Carlos matador”.

O segundo tempo veio com ainda mais emoção, fazendo questão de testar o coração de todos que estavam assistindo à partida. Mais um gol marcado por Zé Carlos e, de quebra, um pênalti antes de encerrar. O 4 a 1 veio para trazer novas esperanças e ganhou um voto de confiança da galera carvoeira. Esse é o Criciúma que a torcida tanto esperava, time organizado e que aos poucos vem garantindo bons resultados.

4oito

Deixe seu comentário