Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Você é nomofóbico?

No Do Avesso, palestrante Adriano Lima falou sobre os viciados em tecnologia
Por Erik Behenck Criciúma - SC, 30/07/2018 - 14:50Atualizado em 30/07/2018 - 16:59
(fotos: Luana Mazzuchello)
(fotos: Luana Mazzuchello)

A falta de conexão com a internet pode gerar desconforto e angústia. Ficar por horas sem mexer no celular ou no computador tem um nome: nomofobia. Para falar sobre o assunto, o Programa do Avesso, da Rádio Som Maior, recebeu o empresário e palestrante, Adriano Lima.

“Existem diversos índices para medir o vício, eu considero o uso diário por mais de 5h. Esses dias eu baixei um aplicativo, e nesse dia eu desbloqueei mais de 700 vezes o celular”, contou. O problema pode ter sintomas emocionais e também físicos, incluindo estresse, crises de pânico, falta de ar e dor de cabeça, entre outros.

É possível encarar sozinho o problema e ir superando aos poucos, dando atenção a outras atividades. “Incentivar mais as atividades físicas e jogos que não dependam da tecnologia. O grande problema é que os amigos vão estar na tecnologia, então seria bom limitar”, recomendou o palestrante. Segundo ele, a idade ideal para iniciar as atividades no celular é entre seis e sete anos.

Ter horários para mexer no telefone ou desativar as notificações do WhatsApp deixam o usuário menos dependente. “Procure não utilizar no teatro ou no cinema, o lazer é lazer”. O povo brasileiro é considerado o mais interessado em redes sociais no mundo, embora a internet seja uma das piores.

Confira o Programa do Avesso na íntegra: