Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Tribunal Regional do Trabalho inaugura Centro de Conciliação em Criciúma

Local é o 14° a ser instalado em todo o estado e faz parte da 
Por Vitor Netto Criciúma - SC, 22/11/2019 - 17:45Atualizado em 22/11/2019 - 17:59
Fotos: Vitor Netto
Fotos: Vitor Netto

O Tribunal Regional do Trabalho de Santa Catarina (TRT-SC) inaugurou em Criciúma, na tarde desta sexta-feira, 22, a sede do Centro de Conciliação (Cejusc) da cidade. O evento contou com a presença do Ministro do Tribunal Superior do Trabalho, Alexandre Luiz Ramos, entre outras autoridades. 

A sala tem o objetivo de realizar tentativas de acordos conciliatórios em processos trabalhistas. Os Cejuscs são as formas mais eficiente de potencializar a pacificação dos litígios pela via da conciliação. O espaço é o 14° a ser instalado pelo Tribunal Regional do Trabalho da 12ª região (TRT-SC) e faz parte de um projeto de expansão das unidades em todo o estado. 

De acordo com a juíza da 1ª Vara do Trabalho, Janice Bastos, é uma grande emoção coordenar o centro da cidade. “Quando eu cheguei na cidade, ouvi que Criciúma não tinha a cultura de conciliação, mas percebo que o comportamento dos advogados vem mudando”, explica. “Na conciliação todas as partes saem ganhando. Quando ela é bem feita, ela resolve além do processo, o conflito entre as pessoas e assim todos saem ganhando”, acrescenta. 

Conforme o Clésio Salvaro, a sociedade tinha a visão que Criciúma era uma cidade difícil de empreender, mas hoje a situação é outra. De acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), o balanço de desempregados e empregados em Criciúma vem aumentando e até o mês de outubro deste ano, o saldo já é de 2550 empregados. “Acredito que o Cejusc colaborará ainda mais para isso, conciliando as partes. O Centro trará resultados benéficos para a cidade e ajudará ela a prosperar”, coloca. 

Em sua fala, a presidente do TRT-SC, desembargadora Mari Eleda Migliorini, fez uma retrospectiva da história da cidade e apresentou o quanto ela pode prosperar. “A conciliação é a parte mais moderna dos processos trabalhistas. São muitos casos pelo Brasil e podemos trabalhar isso, conciliar em vez de processar. É a renovação dos métodos”, comenta.

A instalação de Cejuscs em todos os fóruns trabalhistas do Estado, era uma meta instituída pela atual Administração do TRT-SC e levou cerca de dois anos para ser concluída. 

Além do próprio Tribunal, onde são feitos os acordos de segundo grau, e Criciúma, os fóruns de Balneário Camboriú, Blumenau, Brusque, Chapecó, Florianópolis, Itajaí, Jaraguá do Sul, Joinville, Lages, Rio do Sul, São José e Tubarão já possuem a estrutura.