Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

"Três pontos importantíssimos para a nossa caminhada", avalia Tencati

Criciúma venceu o Ituano neste sábado por 2 a 1. Apesar do resultado, o técnico afirma: "Não pensamos muito no G4 neste momento"
Por Geórgia Gava Itu, SP, 02/07/2022 - 19:10 Atualizado em 02/07/2022 - 20:44
Foto: Celso da Luz/ Criciúma E.C.
Foto: Celso da Luz/ Criciúma E.C.

Quer receber notícias como esta em seu Whatsapp? Clique aqui e entre para nosso grupo

Após a vitória deste sábado diante do Ituano, por 2 a 1, o técnico do Tigre, Cláudio Tencati, avalia a atuação da equipe. "Jogo equilibrado, mas o Criciúma conseguiu superar o time adversário e garantir esses três pontos importantíssimos para a nossa caminhada", comenta. 

Com o resultado, o Criciúma chega aos 23 pontos e se mantém na 5ª posição da tabela. Apesar de estar próximo dos primeiros colocados, Tencati garante: "Nós não pensamos muito no G4 neste momento. A nossa meta é atingir os 45 [pontos]. Se daí tivermos gordura para buscar algo a mais, será o nosso objetivo", frisa. 

Durante a coletiva de imprensa, o técnico do Criciúma elogiou o time adversário. "Enfrentamos uma grande equipe, que é o Ituano, com um grande treinador. Tenho uma admiração enorme pelo Mazola", pontua Tencati. 

Nesta partida, o VAR teve uma importância fundamental para o segundo gol do Criciúma - quando o auxiliar marcou impedimento para a equipe carvoeira.

"Não há dúvida que a Série B está vivendo um momento de muitas emoções com o VAR. Tem horas que você sofre com ele e, às vezes, sorri. Em casa, o Criciúma sofreu com isso e, hoje, estamos sorrindo porque, talvez, se fosse uma situação normal, não teríamos o gol", analisa Tencati. 

O técnico define o confronto deste sábado como um 'jogo de xadrez'. "Em alguns momentos, o Ituano estava melhor que o Criciúma e, em outros, o Criciúma foi melhor que o Ituano. Mas, aí, veio a felicidade dos gols do Tigre", comenta.  

Devido aos jogos subsequentes, Tencati precisa mexer semanalmente na equipe. "O Criciúma, hoje, não tem só 11 atletas e, sim, um elenco, um time preparado. Então, se sai esse e entra o outro [jogador], há maturidade. Só estaremos no bloco de cima, se tiver essa maturidade", finaliza. 

Copyright © 2021.
Todos os direitos reservados ao Portal 4oito