Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui

Tik Tok: o aplicativo da quarentena e do momento

App vem sendo o entretenimento de muitos jovens durante o isolamento social
Paulo Monteiro
Por Paulo Monteiro Criciúma - SC , 08/04/2020 - 15:46Atualizado em 08/04/2020 - 15:48
Foto: reprodução
Foto: reprodução

Não precisa estar frequentemente ligado em redes sociais como Twitter e Instagram para, volta e meia, em um simples deslizar de feed, encontrar um vídeo do Tik Tok. Esse aplicativo “recente” vem fazendo um sucesso enorme nas mídias atualmente e, com seus vídeos curtos e divertidos, tem tirado o tédio de muita gente durante a quarentena. 

Criado em 2016 por chineses, o Tik Tok é um aplicativo que conta com uma série de vídeos, muitos deles voltados para o humor, com apenas 15 segundos de duração. Além de contar com inúmeros conteúdos de diversos países de todo o mundo, o app se destaca pelo fato de ser fácil de mexer, editar e criar os seus próprios vídeos. 

“As maneiras que você tem para criar e usar o seu conteúdo facilita muito para o usuário, ainda mais para quem não tem muita habilidade em querer criar um vídeo e não saber mexer. Além disso, o app te dá todos os filtros e áudios prontos para fazer dublagens, algo muito forte no aplicativo”, disse a publicitária e especialista em marketing, Alessandra Koga.

Tem como ser comercial no Tik Tok?

As mídias sociais como um todo tem se mostrado atrativas, e até mesmo necessárias, para muitas empresas. O Tik Tok, por sua vez, pode se mostrar lucrativo para algumas pessoas e produtores de conteúdo, mas ainda não é certa a sua utilização através das empresas.

“Uma das maiores ‘tik tokers’ da rede se chama Letícia e afirma que ganha R$ 10 mil por mês no aplicativo, fazendo desafios de maquiagem, imitando famosos como Fátima Bernardes, Silvio Santos e Justin Bieber”, pontuou Koga.

Mas, para as empresas que querem estar juntas dessa nova onda de usuários é preciso compreender muito bem o seu público - e saber se ele está, de fato, no Tik Tok. “Para massa aproveitar o hype da rede primeiro tem que ver se o público está de acordo, já que a média de uso do aplicativo é de 13 anos até no máximo 25. Se não for esse o seu público, não adianta estar. Precisa conversar na língua deles”, destacou Alessandra.