Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

Prêmio ACIC de Jornalismo lança categoria especial voltada à importância do carvão mineral

Premiação, que completa neste ano duas décadas de história, foi lançada na tarde desta quinta-feira
Redação
Por Redação Criciúma, SC, 01/10/2021 - 14:01
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Foi lançada, na tarde desta quinta-feira, 30, na sede da Associação Empresarial de Criciúma (Acic), em evento para a imprensa e convidados, a 20ª edição do Prêmio ACIC de Jornalismo. A premiação, que completa duas décadas, é referência em Santa Catarina e visa promover a divulgação das potencialidades econômicas, culturais, sociais e políticas do Sul, além de valorizar o trabalho dos profissionais de imprensa, fotógrafos e estudantes de Jornalismo.

Neste ano, destaque para a categoria especial “Energia Termelétrica para o Desenvolvimento”, cujo intuito é demonstrar a importância do carvão mineral como fonte de energia elétrica segura e como propulsor do desenvolvimento socioeconômico sustentável. Nesta categoria, serão contempladas iniciativas positivas do setor, com ênfase no estado de Santa Catarina.

Terá também a categoria “Reportagem Geral”, patrocinada pela Agência de Viagens NewTrip. Nessa categoria, o vencedor será contemplado com uma viagem (passagem aérea) com acompanhante para um destino brasileiro.

O prêmio contempla ainda as tradicionais categorias: Televisão, Jornal Impresso, Rádio, Webjornalismo, Fotografia e Trabalho Acadêmico. A participação é gratuita e exclusiva aos profissionais de imprensa regularmente registrados em sua categoria profissional e aos estudantes de comunicação. O regulamento completo, o formulário de inscrição e mais informações estão disponíveis no site da Acic (https://www.acicri.com.br/jornalismo).

O Prêmio

O Prêmio ACIC de Jornalismo foi lançado no ano 2000, sob a presidência do empresário Diomício Vidal. O objetivo é incentivar reportagens positivas sobre o Sul Catarinense.

“A Acic reconhece o papel incondicional dos nossos profissionais da imprensa em todas as suas ações reivindicatórias em prol do desenvolvimento da região e em todos os seus projetos que visam uma melhor sociedade e por tudo isso prioriza há 20 anos a realização deste projeto, criado na gestão do empresário Diomicio Vidal”, enaltece o presidente da Acic, Moacir Dagostin.

O presidente do Siecesc e vice-presidente da Acic, Valcir José Zanette, afirma que o prêmio representa a valorização dos profissionais da imprensa e também do Sul Catarinense. “A mídia tem uma missão de extrema relevância para o desenvolvimento da região. Neste ano, a categoria especial relacionada à importância do carvão mineral deve potencializar, por meio de pautas positivas, a importância da energia termelétrica”, sublinha.

São patrocinadores da 20ª edição do Prêmio ACIC de Jornalismo: Carvão Mineral, Fiesc, NewTrip – Agência de Viagens, RockFeller, Satc, Sicredi, Sinquisul e Unesc.

Movimento a favor do carvão mineral

Em paralelo ao lançamento do Prêmio ACIC de Jornalismo, também foi lançado o movimento que destaca a importância da indústria carbonífera. O movimento “Carvão Mineral: para um presente seguro e um futuro sustentável” é promovido por entidades empresariais do Sul de Santa Catarina com o objetivo de valorizar a indústria carbonífera e a geração de energia proveniente dela.

Participam do movimento: Associação Empresarial de Criciúma (ACIC), Associação Empresarial de Tubarão (ACIT), CDL de Criciúma, Regional Sul da Federação das Indústrias de SC (Fiesc), Federação das Associações Empresariais de SC (Facisc), Federação Interestadual dos Trabalhadores na Indústria da Extração do Carvão (Fetiec), com apoio do Fórum de Entidades de Criciúma (Forcri) e Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina (Fecomércio).

“A produção e transmissão de energia elétrica por meio do carvão mineral representa segurança energética, com forte impacto socioeconômico e o movimento cumprirá o papel de conscientizar a população de que o carvão mineral é uma energia segura, essencial, necessária e tecnológica”, observa o presidente da Acic. 

“O setor já contribuiu muito com o desenvolvimento da região Sul catarinense e está preparado para um futuro sustentável. A indústria carbonífera gera 5 mil empregos diretos e mais de 20 mil indiretos no Sul de Santa Catarina, abrangendo carboníferas, ferrovia, usina térmica e produção de cimento, envolvendo 15 municípios e uma importante cadeia de fornecedores”, reforça Dagostin.

O movimento “Carvão Mineral: para um presente seguro e um futuro sustentável” se dará por meio de anúncios publicitários em vários veículos de comunicação regionais e estaduais, além da produção de matérias jornalísticas mostrando a importância e o desenvolvimento tecnológico do setor.