Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

O que há de novo na arquitetura e design de interiores?

Arquitetas Paula Thomaz e Rafaela Neves apontam tendências e novidades do mercado apresentadas na Expo Revestir
Por Clara Floriano Criciúma - SC, 18/03/2019 - 19:19Atualizado em 18/03/2019 - 20:03
Arquitetas Paula Thomaz e Rafaela Neves na Expo Revestir (foto: divulgação)
Arquitetas Paula Thomaz e Rafaela Neves na Expo Revestir (foto: divulgação)

Aconteceu na última semana a 17ª edição da Expo Revestir, principal vitrine da Arquitetura, Design e Construção da América Latina. Considerada a Fashion Week da Arquitetura e Decoração, a feira reúne o que há de mais inovador neste mercado, impulsionando-o com lançamentos, tendências e inspirações.

Para apresentar as novidades deste ano, o Ponto a Ponto desta segunda-feira (18) recebeu as arquitetas Paula Thomaz e Rafaela Neves, da Thomaz + Neves Arquitetura, que estiveram no evento. "A gente percebeu uma tendência muito forte para os revestimentos que imitam cimento. Já estava se usando bastante, mas veio mais forte com mais opções de estampas, tamanhos e texturas", conta Rafaela. Os revestimentos que imitam madeira, queridinhos no último ano, acabaram perdendo destaque.

Revestimentos de tamanhos grandes também são uma das novidades que estão conquistando o mercado. "O problema do revestimento, às vezes, é o tamanho, porque tem muito rejunte e perde a naturalidade. Com os grandes tamanhos, a gente consegue deixar tudo mais natural", comentou.

Movimento foi intenso na 17ª edição da Expo Revestir  (foto: Rafaela Neves)

As arquitetas apotam que as Candy Colors (cores doces) também ganharam destaque neste ano. "Elas vem bastante acompanhadas com geométricos", esclarece Paula. "Além das Candy Colors, acho que o Granilite também, que é um revestimento bem antigo. E o Granilite nas Candy Colors, o que nos remete a casa de avó", completa Rafaela.

Outra tendência para este ano que chama atenção são as louças foscas. "A cuba de banheiro, que normalmente é branca e brilhante, agora tem várias cores e são bem foscas", diz Paula. "Investiram bastante em cubas de cozinha também. Tinha cobre, em cores mais fumê, não mais em inox", complementa.