Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

O Criciúma não cai, garante Edson Gaúcho

A exemplo do técnico Itamar, dirigente também acredita que houve "infantilidade" do Tigre contra o Ypiranga
Denis Luciano
Por Denis Luciano Criciúma, SC, 19/11/2020 - 22:59Atualizado em 19/11/2020 - 23:04
Foto: Celso da Luz / Criciúma EC
Foto: Celso da Luz / Criciúma EC

O técnico Edson Gaúcho foi contundente na crítica aos jogadores do Criciúma após o empate de 4 a 4 na noite desta quinta-feira, 19, no Heriberto Hülse, em jogo da antepenúltima rodada da primeira fase da Série C.

"É muita infantilidade numa equipe profissional. Uma equipe profissional não pode tomar dois gols da mesma maneira, marcando a bola. Isso é coisa de categoria de base, e saímos dez minutos fazendo 3 a 0, onde tinha que apavorar era o adversário. Parecia que a gente estava perdendo o jogo", criticou. "Quando falam que a culpa é do técnico, é porque o técnico é o responsável. Mas e os atletas? Eles também são responsáveis. Não pode cair sempre na conta do técnico. Eles são responsáveis pelo que se faz dentro de campo", emendou.

Edson foi além, citando os gols de cabeça que o Criciúma sofreu. Foram dois. "Tomamos dois gols de cabeça, a conta é do técnico? Eu vejo, passa vídeo, treina, e como faz. Infelizmente a nossa equipe não venceu por incapacidade nossa e não por mérito do adversário", abordou.

TV Tigre / Reprodução

Para o dirigente, não é possível antecipar quais medidas serão tomadas para afastar o risco de rebaixamento. Mas ele demonstrou confiança. "Agora não adianta a gente falar. Amanhã vamos conversar com calma, a equipe não vai conseguir a classificação mas também não tem possibilidade de rebaixamento", garantiu. "Temos jogo dentro de casa, onde podemos vencer, independente de outros resultados, temos jogo fora com o São José. Vamos cumprir os dois jogos mas sem risco de rebaixamento", finalizou.