Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

“Não agrediram o Zé Carlos jogador, mas o cidadão”

Robson Izidro parabeniza torcida, repudia agressão contra Zé Carlos e revela que Tigre deve anunciar contratações
Por Redação Criciúma - SC, 16/05/2018 - 07:57Atualizado em 16/05/2018 - 09:04

Após mais um jogo com resultado insatisfatório, a torcida carvoeira mostrou toda sua indignação com a situação. Além de fazer silêncio durante todo o jogo, protestos aconteceram ao fim. Um torcedor passou dos limites e acabou acertando quebrando vidro do carro do jogador Zé Carlos, que estava acompanhado da esposa e filhos. Hoje pela manhã, o superintendente do Criciúma, Robson Izidro falou sobre a situação no Programa Adelor Lessa.

“Em primeiro lugar, num primeiro momento, eu quero parabenizar a torcida por não ter apoiado do time, mas também por não ter se manifestado (durante o jogo). Isso mostra que a torcida ama o time. Eles estavam insatisfeitos com a situação, mas não protestaram para não atrapalhar no início do jogo”, afirmou.

Izidro afirmou ainda que repudia a situação gerado no pós-jogo com Zé Carlos. “Não agrediram o Zé Carlos jogador, mas um cidadão. Foi uma atitude covarde, de uma pessoa covarde. Ele estava transtornado e as meninas dele ficaram estado de choque. A culpa não é do Zé Carlos, a culta é da diretoria que o contratou. Ele veio pra cá por um pedido quase unânime da torcida”.

Robson disse que é bem possível que, ainda nesta semana, o Tigre anuncie reforços. “Não se desistirá, porque a situação requer sabedoria. Nas horas ruins é que tem que aparecer as pessoas sabias para resolvê-las. Ontem fizemos uma reunião, hoje tem outra reunião e contratações terão de ser feitas para melhorar a qualidade do plantel. Os jogadores que ali estão, estão ali porque virtudes eles têm”, revelou.