Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
FIQUE POR DENTRO DE TODAS AS INFORMAÇÕES DAS ELEIÇÕES 2024!

Morro da Fumaça celebra 62 anos de emancipação em trajetória de crescimento

Município se destaca no desenvolvimento econômico

Por Redação Criciúma, 20/05/2024 - 09:07 Atualizado em 20/05/2024 - 13:31
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Quer receber notícias como esta em seu Whatsapp? Clique aqui e entre para nosso grupo

Com a participação dos segmentos cerâmico, químico, descartáveis, confecção e agricultura como principais pilares para a geração de renda, Morro da Fumaça completa 62 anos de emancipação político-administrativa, neste 20 de maio. Em posição de destaque entre os municípios da Associação dos Municípios da Região Carbonífera (Amrec), tratando-se em desenvolvimento econômico. 

Conforme dados da Secretaria Estadual da Fazenda, o município é o quarto que mais cresce entre as 12 integrantes da região carbonífera. De acordo com o órgão, de 2022 para 2023, a cidade registrou um crescimento de 15% no índice de retorno de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços de transporte interestadual e intermunicipal e de comunicação (ICMS).


Ainda, com base nos números apontados pelo órgão, o crescimento econômico acumulado nos últimos cinco anos chega a 108,12%. "São dados que refletem o esforço que a Administração Municipal vem desempenhando nos últimos oito anos para impulsionar o crescimento do município. Felizmente, tivemos êxito e isso pode ser constatado facilmente, os moradores estão sendo beneficiados com infraestrutura, melhorias na área da saúde, novas escolas, saneamento básico, água potável, geração de emprego e renda, aspectos essenciais para desenvolvimento econômico sólido", elenca o prefeito, Agenor Coral.

A declaração do gestor vai de encontro com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged), divulgados em abril. Com  6.782 trabalhadores formalizados, Morro da Fumaça segue com saldo positivo na geração de empregos formais em 2024.

Outro salto constatado nos índices relacionados à cidade é o crescimento populacional de residentes no município. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), com base no recenseamento de 2022, em comparação com os dados do levantamento de 2010, Morro da Fumaça, proporcionalmente, é o quarto da região carbonífera com maior crescimento em número de habitantes. 


Henrique Raldi, coordenador de desenvolvimento econômico e responsável pela Sala do Empreendedor, explica que a curva ascendente traçada pelo município é resultado de um conjunto de ações que a municipalidade vem implementando. "Depois de um amplo estudo junto aos setores e com a comunidade, identificamos as principais demandas e estamos trabalhando para superá-las. Por meio de parcerias e consultorias, implementamos diversos programas para auxiliar os empreendedores a aperfeiçoar seus negócios, para capacitar mão de obra, e avançar na parte de atração de novas empresas para a cidade", relata. 

De acordo com relatório apontado pelo coordenador de desenvolvimento econômico, nos últimos quatro anos, Morro da Fumaça registrou um aumento de 40% no número de empresas instaladas na cidade.  "O tempo de abertura de uma empresa, hoje, é de 21 horas, anteriormente era de dias. Em 2020, tínhamos 1.700 CNPJs [Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica] ativos, atualmente estamos com mais de 2.400, quase que dobramos o número inicial", ressalta. 

Além do olhar voltado para demandas internas, a gestão tem ampliado o campo de visão e também tem apostado na atração de novos empreendimentos para a cidade. "Investimos na implantação de duas áreas industriais na cidade, estamos com três empresas se instalando na área industrial I e outro grupo aguarda a liberação da área industrial II para iniciar a implementação em Morro da Fumaça. A disposição geográfica do município é muito estratégica, estamos a menos de 5Km da BR 101, um dos principais corredores rodoviários do país, e que em minutos nos leva até o aeroporto de Jaguaruna ou ao porto de Imbituba", descreve Guollo.


Na parte de investimento, o município se prepara para executar importantes obras nos próximos meses. A primeira delas está prevista para iniciar na próxima quinzena e prevê a execução da segunda etapa da macrodrenagem, que irá conectar a drenagem executada no trecho I, junto a Rua Tereza Mariana de Jesus, contemplando praticamente toda a área central da cidade. Também em fase de licitação, por meio do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae), no próximo mês começa a ser implantada a rede de tratamento de esgoto que deve avançar gradativamente por todo o território fumacense. A partir de junho, mediante a finalização do processo licitatório, será iniciada a construção de um Parque Linear que deve promover a reabilitação da área central. Por meio da obra será implementado um sistema binário, que deve trazer melhorias significativas ao trânsito, além de melhorar o aspecto de acessibilidade e lazer.

Com os investimentos, a municipalidade se aproxima da marca de R$ 70 milhões investidos nos últimos oito anos. Neste período, destaca-se algumas obras, foram construídas duas novas escolas modelo, o Centro de Especialidades, o Centro de Convivência da Terceira Idade, as Unidades Básicas de Saúde recebem melhorias por meio de reforma, e mais de 120 ruas receberam pavimentação asfáltica ou em lajota.

--

Colaboração: Daiana Carvalho

Copyright © 2022.
Todos os direitos reservados ao Portal 4oito