Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Forquilhinha: Usina de Asfalto deve iniciar operações em quatro meses

Os investimentos são feitos através do programa SC Mais Asfalto
Por Giovana Bordignon Forquilhinha, SC, 08/06/2022 - 18:12 Atualizado em 08/06/2022 - 20:35
Fotos: Giovana Bordignon / 4oito
Fotos: Giovana Bordignon / 4oito

Quer receber notícias como esta em seu Whatsapp? Clique aqui e entre para nosso grupo

Mais um importante passo é dado para que os municípios de Maracajá, Forquilhinha e Nova Veneza recebam a Usina de Asfalto. Nesta quarta-feira, dia 8, ocorreu a assinatura da Ordem de Serviço da Aquisição de equipamentos e insumos para o sistema, avaliados em R$ 6,3 milhões. Segundo o prefeito de Forquilhinha, José Cláudio Gonçalves, o Neguinho (PSD), o prazo de entrega da indústria asfáltica é de quatro meses.

“É uma economia bastante considerável e nós podemos planejar a pavimentação dos municípios e também a operação tapa-buraco”, disse Neguinho. “É economia, qualidade e agilidade! São três fatores fundamentais que vão fazer com que essa usina seja um sucesso e vai melhorar muito a infraestrutura dos três municípios”, completou.

Também participaram do ato o prefeito de Maracajá Aníbal Brambilla (PSD) e seu vice, o prefeito de Nova Veneza Rogério Frigo (PSDB) e seu vice, o presidente do CIM-AMREC, Fernando de Fáveri e o presidente da Câmara de Vereadores de Forquilhinha, Célio Elias.

“É o maior sentimento, maior desejo da população. Isso eu digo por Nova Veneza, porque não tem nenhuma pesquisa que o item que todo mundo cita não é pavimentação asfáltica”, ressaltou Frigo. “Claro que são necessários outros setores, mas a pavimentação asfáltica, hoje, é o mais necessário”, finalizou.

Estrutura

A usina de asfalto deverá ser instalada em Forquilhinha e terá britador, correia transportadora, rolo compactador, caminhão e demais equipamentos necessários. Os municípios ficarão responsáveis pela manutenção do espaço, fornecendo funcionários e materiais.

Os investimentos são feitos através do programa SC Mais Asfalto do Governo do Estado de Santa Catarina e do Consórcio Intermunicipal Multifinalitário da AMREC (CIM-AMREC). Para o presidente do consórcio é muito importante a união dos três municípios, porque outras usinas da região têm experiências positivas em seus municípios. “É mais rápido, mais eficaz, faz com que a gente consiga fazer os serviços no nosso município de forma muito mais célere”, pontuou.

Entre os itens adquiridos estão: compra da usina de asfalto quente (CAUQ) móvel e silo para emulsão asfáltica; pá carregadeira sobre rodas; caminhões para espargidor, transporte geral de pessoal e de pintura e sinalização; entre outros equipamentos necessários.

Agilidade e economia

Neguinho comemorou a confirmação do convênio, que terá recurso milionário para a execução do projeto. “O mais importante é que o dinheiro está na conta, o consórcio foi entregue e a usina é uma realidade”, destacou.

O objetivo é dar mais agilidade à manutenção das vias públicas, possibilitando a pavimentação de ruas pequenas ou a execução de serviços mais simples de forma rápida. “As estradas são muito importantes para o crescimento da cidade, escoamento da safra e ajuda em tudo. Essa vinda da usina para os três municípios é muito importante, barateia, faz quando quer e não depende de esperar pelos outros”, completou o prefeito Brambila.

Copyright © 2021.
Todos os direitos reservados ao Portal 4oito