Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Estudantes recebem orientações sobre o aedes aegypti

Ação é promovida em conjunto pelas secretarias de Saúde e Educação
Redação
Por Redação Criciúma, SC, 22/10/2019 - 21:20
Divulgação
Divulgação

Com intuito de incentivar a prevenção a doenças causadas pelo mosquito Aedes Aegypti, a Secretaria de Saúde, por meio da Vigilância Epidemiológica, em parceria com a Secretaria de Educação, iniciou nesta terça-feira, 22, uma ação educativa no Centro de Zoonoses. Ao todo 51 instituições irão participar da atividade, que prossegue até a próxima sexta-feira, 25.

Dois alunos de cada instituição, do 4° e 6° ano, participam das atividades. Entre elas a gincana educativa e a visita ao laboratório para observação das larvas do mosquito. "Os alunos têm a missão de ser multiplicadores de informações. O que eles aprendem aqui deve ser levado para as respectivas escolas e também para família, para propagação e prevenção", enfatizou o secretário de Saúde, Acélio Casagrande.

Segundo a médica veterinária do Centro de Zoonoses (CCZ), Mayara Vieira, a proliferação de larvas é maior durante o verão. "Durante o calor tem maior proliferação do mosquito e quando chove pode deixar água parada em plantas, pneus, terrenos baldios e piscinas. Precisamos orientar para que isso não aconteça e para a procura do CCZ quando for necessário averiguar possíveis focos", disse.

No final, serão entregues certificados, medalhas e também um jogo de tabuleiro com informações sobre prevenção.