Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

“Estamos tranquilos. Fizemos tudo dentro da legalidade”

Rubinho Angelotti se manifesta sobre cancelamento das eleições da FCF
Por Clara Floriano Criciúma - SC, 30/04/2018 - 08:49Atualizado em 30/04/2018 - 10:11
(foto: Marco Búrigo)
(foto: Marco Búrigo)

Na última sexta-feira (27) a chapa “Muda FCF” liderada por Alexandre Monguilhott, ex-presidente do TJD-SC, conseguiu liminar para suspensão da eleição desta segunda-feira (30) pela presidência da Federação Catarinense de Futebol (FCF). O atual presidente e líder da chapa "Renovação, Respeito e Transparência", Rubens Angelotti, falou hoje no Programa Adelor Lessa sobre o assunto.

“Depois de todos os ocorridos agora vamos aguardar a decisão judicial. Nós estamos tranquilos, fizemos tudo dentro da legalidade do estatuto. A chapa deles não tinha os requisitos e a comissão eleitoral não aceitou. Eles acharam por bem entrar na justiça, em primeira instancia não conseguiram êxito, recorreram alegando cláusula de barreira, aí a gente entrou com agravo e abrimos mão. Mas a juíza achou por bem não dar a sentença e optou por fazer a redistribuição”, disse.

Segundo Rubinho, para que uma chapa possa concorrer às eleições da Federação Catarinense de Futebol o estatuto prevê esta tem que ter apoio de 40% das ligas e 40% dos clubes. Por isso, hoje as chapas tem que ter cinco ligas e 10 clubes, mas a chapa a “Muda FCF” teve apenas quatro.

“Vamos aguardar. A democracia existe. Vamos concorrer e bater votos com eles. Se os clubes acharem por bem que votem no Rubinho que eu continuarei o meu trabalho de respeito, transferência e renovação na Federação”, afirmou.