Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Criciumense se destaca na produção de jogos

Ele aprendeu com cursos on-line e fala sobre a área
Por Redação Criciúma - SC, 04/05/2019 - 17:29
(foto: reprodução)
(foto: reprodução)

Marcos Fichter Leandro, de 20 anos, tem o seu próprio negócio e ganha dinheiro sem sair de casa. Além do canal no YouTube com mais de 9 mil inscritos, o jovem  possui uma empresa de cursos on-line de profissionalização de jogos digitais contando com a participação de mais de 100 alunos, sendo estes iniciantes ou mais experientes, que aprendem sobre gêneros de jogos, como publicar, vender, desenvolver, dentre outros assuntos que abrangem este universo.

O criciumense comenta que quando criança, criava jogos de forma despreocupada, porém, sem conseguir finalizá-los e este foi o motivo que o fez, com 14 anos, ir perdendo um pouco do interesse pela área. Ao terminar o Ensino Médio, descobriu um tecnólogo em Jogos Digitais, onda a chama foi se acendendo novamente. No entanto, não se identificou com a didática e qualificação do curso, saiu logo no primeiro semestre, decidindo então seguir com os estudos em casa.

Desde então Marcos foi se especializando em casa, por meio de cursos online, testes práticos e criação de seus próprios jogos. No ano de 2017, criou um canal no YouTube com o objetivo de ensinar as pessoas a programar jogos digitais, repercutindo muito na mídia com o lançamento do vídeo sobre como recriar sistemas do jogo Megaman X. Foram 54 aulas gratuitas até ele perceber que, para que pudesse se qualificar cada vez mais e melhorar o seu trabalho, precisava ganhar dinheiro.

Assim sendo, criou uma campanha de financiamento coletivo, onde os interessados doavam um valor optativo para que então o seu conteúdo começasse a ser monetizado. A quantia arrecadada era muito baixa, não chegando a R$ 300 por mês. Foi então que lançou um curso online, mas que também não deu certo devido a pausa de vendas que eram obtidas durante alguns meses. Dessa forma, ampliou ainda mais a plataforma, oferecendo cursos para iniciantes, cursos de gêneros de jogos, bem como de lançamento, publicação e demais temas.

Segundo Marcos, suas vendas estão sendo um sucesso. “Eu tive várias mudanças de percepções e só consegui chegar até aqui porque passei por tudo aquilo que antes não deu certo”, afirma. Hoje ele possui 120 alunos em seu curso e 9.179 inscritos em seu canal do Youtube. Também está desenvolvendo um jogo que em breve será lançado, onde assume o papel de Programador e de Projetista, juntamente com uma equipe de freelancers escolhida por ele para assumirem as demais funções.

De acordo com ele, trabalhar em casa é muito prazeroso. “Eu tive poucas experiências profissionais fora de casa e foram o suficiente para que eu percebesse que tem dias que simplesmente a gente não está em um dia produtivo”, diz. Por outro lado, Marcos fala a respeito da responsabilidade presente nesse processo. “Aqui eu posso deixar de trabalhar um dia e trabalhar no outro pra compensar. No entanto, tudo depende de mim. Se eu não entregar algo com qualidade e empenho, as vendas caem. É algo que exige muita dedicação e eu me sinto muito feliz por estar conseguindo”, finaliza.