Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Cocal do Sul: Governo doa terreno para construção de residência inclusiva da Apae

Projeto foi aprovado por unanimidade pela Câmara de Vereadores na última terça-feira (21)
Por Redação Cocal do Sul, SC, 23/06/2022 - 10:31 Atualizado em 23/06/2022 - 13:29
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Quer receber notícias como esta em seu Whatsapp? Clique aqui e entre para nosso grupo

A Câmara de Vereadores, aprovou por unanimidade nesta terça-feira (21) a doação de um terreno municipal, para a APAE de Cocal do Sul. O mesmo será utilizado pela entidade, para a construção de uma residência inclusiva. Carinhosamente chamado de Casa Lar, o programa oferecerá Serviço de Acolhimento Institucional, para jovens e adultos com deficiência, em situação de dependência, que não disponham de condições de autossustentabilidade ou de cuidado familiar.

O terreno de 1.150,81m² é uma conquista de grande importância para a APAE. "Com o terreno devidamente disponível, podemos dar sequencia a todos os projetos para início da construção da casa, que será novidade para a região e tem grande importância para todas as famílias que possam necessitar do acolhimento que a casa oferecerá", destacou o presidente da APAE, Pedro Bertan. Hoje, pessoas com qualquer deficiência que percam seus cuidadores primários e não possuam qualquer outro tipo de auxílio e cuidado, ficam a mercê de instituições que muitas vezes não têm o preparo ideal para o atendimento às suas condições de saúde. 

Segundo a diretora da Apae, uma das principais regras da Casa Lar, é que apenas pessoas atendidas pela escola poderiam usufruir dos serviços da residência e caberia sempre à justiça determinar o encaminhamento da pessoa para o lar de acolhimento. "Em casos em que há cuidadores, mas eles não podem ficar com a pessoa em tempo integral, o aluno vem para a Apae em um período, mas no outro não tem quem cuide, a Casa poderia fazer esse acolhimento", exemplifica Rosi sobre mais uma possibilidade de atendimento do projeto.

Antes da aprovação, os vereadores usaram da palavra para elogiar os serviços prestados pela Instituição. Para a vereadora Nega Citadin, que tem um parente com dependência de cuidados e já trabalhou na APAE, o projeto ganha um tom ainda mais especial. "A gente vê a dificuldade que é. Esse pensamento da APAE de realizar esse projeto é muito importante. É pensar no futuro. Hoje já tem muitos alunos na escola com idade avançada e cuidadores com a idade mais avançada ainda", lembrou. Outro vereador que trabalhou na escola foi Marcel Freitas que enalteceu o trabalho dos profissionais. "Para mim, aquilo não foi um trabalho, foi uma lição de vida. Um aprendizado que vou levar para sempre", afirmou.

O vereador Gilson Clemes, que esteve envolvido no projeto, desde as primeiras reuniões com os pais, comemorou mais essa conquista da escola. "Em breve vamos ver essa obra concluída, contem comigo e todos os vereadores". Sentimento endossado por todos os demais presentes.  

Copyright © 2021.
Todos os direitos reservados ao Portal 4oito