Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Brasil tem pior resultado em ranking de proficiência em inglês desde 2012

País caiu do 41º para o 53º lugar em pesquisa que classifica nível de conhecimento em inglês de 88 países
Redação
Por Redação Criciúma - SC, 01/11/2018 - 18:03
(foto: reprodução)
(foto: reprodução)

O Brasil caiu do 41º para o 53º lugar no ranking de proficiência em inglês da EF Education First, empresa de educação internacional especializada em intercâmbio. Este foi o pior resultado do país no Índice de Proficiência em Inglês (EPI, na sigla em inglês) desde 2012.

A pesquisa classifica o nível de conhecimento em inglês em 88 países. Neste ano o teste foi feito por 13 milhão de pessoas. Em 2018, o Brasil registrou 50,93 de pontuação, menor que em 2017, quando a pontuação foi 51,92.

O EPI tem cinco categorias de proficiência. São elas: muito alta, alta, moderada, baixa e muito baixa. O estudo classifica que o nível de proficiência do país é baixo.

Na América Latina

O Brasil teve pontuação semelhante à média entre os países da América Latina. A região ficou estagnada em comparação com o ano passado. Considerando todos os países que entraram no ranking, a média foi 50,33, enquanto a de 2017 foi 51,47.

Entre os países latino-americanos, a Argentina foi o que se saiu melhor, ocupando a 27ª posição do ranking mundial. O pior foi a Venezuela, que ocupa 75ª posição. Além do Brasil, Panamá, Peru, Colômbia e Equador também registraram queda na pontuação.