Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
Eleições 2020

“A política nos prega mais uma surpresa”, diz presidente do PSL de Criciúma

Jefferson Monteiro disse que não participou da decisão de apoio do partido à Júlia Zanatta
Marciano Bortolin
Por Marciano Bortolin Criciúma, SC, 17/09/2020 - 08:13Atualizado em 17/09/2020 - 09:34
Foto: Arquivo / 4oito
Foto: Arquivo / 4oito
Legenda

O fato mais surpreendente das últimas horas antes do encerramento do prazo para a definição dos candidatos foi o apoio do PSL de Criciúma à candidatura de Júlia Zanatta (PL). Com isso, Allison Pires retirou a candidatura a prefeito e será vice de Júlia.

O presidente do PSL de Criciúma, Jefferson Monteiro, se disse contrário a esta construção e afirmou que não participou da construção. “Sou contrário a esta construção que se fez ontem (quarta-feira). O PSL homologou por maioria esta coligação. Quero deixar registrado que a presidência não participou desta construção. Foi o doutor Allison que participou com o Fábio Schiochet (presidente estadual do PSL) e a Júlia durante o dia de ontem. Tomamos conhecimento  no fim do dia, colocou os motivos para compor com o PL. A política nos prega mais uma surpresa”, falou Monteiro em entrevista ao Programa Adelor Lessa, da Rádio Som Maior.

Reações

Ele relatou que a orientação da executiva estadual foi pelo apoio à Júlia Zanatta. “A orientação da estadual foi essa e eu segui a minha função. De fato houve reações, incluindo das próprias mulheres que compõem a nominata. Houve até ameaças de alguns deixarem as suas candidaturas e nós tentamos administrar de forma coerente, responsável. Porque ali há sonhos. Foi decisão do Alison, ele era o nosso candidato a prefeito. Ele decidiu declinar e ser vice da Júlia”, concluiu Monteiro, acrescentando que é candidato a vereador. “Só não sou candidato a vereador se vir ordem de cima mandando tirar a minha candidatura”, finalizou.

Ouça a entrevista na íntegra: