Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

A cada temporal, mais árvores no chão

Famcri tem estudo para remoções na praça Nereu Ramos, mas inquérito no MP impede
Por Redação Criciúma, SC, 11/01/2019 - 21:26Atualizado em 12/01/2019 - 10:24
Fiscal da Famcri mostra uma das árvores com problemas / Fotos: Daniel Búrigo / A Tribuna
Fiscal da Famcri mostra uma das árvores com problemas / Fotos: Daniel Búrigo / A Tribuna

Vem se repetindo temporais fortes em Criciúma nas últimas semanas. A cada pancadão de fim de tarde, alguma árvore vai ao chão. São alguns episódios. E a cada um deles, o alerta se agrava na praça Nereu Ramos. Das 180 árvores cadastradas no coração da cidade, 11 estão condenadas pela Fundação Municipal de Meio Ambiente (Famcri).

"Seria importante derrubar essas árvores, antes que elas causem acidentes, possam machucar alguém ou gerar danos", explica a presidente Anequésselem Fortunato. Ocorre que, após um levantamento finalizado ano passado pela Famcri e que apurou essa necessidade de remoções, alguns cidadãos procuraram o Ministério Público (MP). A denúncia gerou um inquérito e, enquanto ele vigorar, não será fácil retirar as árvores necessárias.

Confira mais detalhes na edição deste fim de semana do Jornal A Tribuna.