Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
CORONAVÍRUS - Saiba mais aqui

Criciúma foi voto vencido no retorno do Campeonato Catarinense

Presidente Jaime Dal Farra votou contra o retorno na decisão das datas para a volta das competições
Vitor Netto
Por Vitor Netto Criciúma - SC, 12/07/2020 - 11:40Atualizado em 12/07/2020 - 11:49
Jaime Dal Farra, presidente do Criciúma Esporte Clube (Foto: Arquivo / 4oito)
Jaime Dal Farra, presidente do Criciúma Esporte Clube (Foto: Arquivo / 4oito)

O Criciúma Esporte Clube foi voto vencido na decisão do retorno do Campeonato Catarinense. Na reunião no início de junho em que os clubes, juntamente com a Associação de Clubes e Federação Catarinense de Futebol (FCF), votaram para aprovar as datas do retorno do Campeonato, o presidente do Criciúma, Jaime Dal Farra havia votado contrário ao retorno. Contudo, o Criciúma foi voto vencido, quando os clubes votaram de 6 a 4 e aprovaram o retorno.

"Desde que iniciaram as conversas sobre a volta do Campeonato, o Criciúma sempre mostrou um pé atrás. O Criciúma votou contra o retorno. O Jaime tinha uma decisão muito firme, ele não queria voltar. 'Era irracional', ele fez essa fala na reunião. Não tinha como garantir a segurança plena. Fizemos tudo o que é possível para garantir a saúde, mas infelizmente ainda tivemos esses dois jogadores positivados", explicou o diretor comercial e de marketing do Criciúma, Julio Remor, ao Timaço da Som Maior na manhã deste domingo, 12.

Julio Remor, diretor comercial e de marketing do Criciúma (Foto: Arquivo / 4oito)

Conforme Remor, havia informações que falavam da situação da doença e de como a curva poderia crescer no estado. “Muitas informações eram incertas no começo da pandemia, mas agora mudaram e sabiam do risco, então colocamos o futebol na incerteza", comentou.

A votação em que o Criciúma, juntamente com outros três time, perdeu teve uma soma de fatores que ajudou na decisão do retorno. "A Associação de Clubes acelerou e a Fundação apoio a medida", colocou Remor.

Decisão de suspender a rodada

Para Remor, a situação de suspender a rodada foi a melhor escolha. "É o mais correto a se fazer. As normativas ainda afirmar que todos que tiveram contato com os positivados devem ser afastados para quarentena e assim fica inviável o retorno do campeonato", comentou.

Próximos passos e os treinos

Não se sabe agora quando será a data que retornará os jogos, nem mesmo os treinos. "É uma bola de neve, não tem como saber quando volta. É uma situação que tem que ser discutida. Deve ter reunião com Associação na segunda-feira (amanhã) para ver essa situação. Quem teve contato deve ser afastado, então os treinos também ficam prejudicados", enfatizou o diretor.

Não há treinos previstos para amanhã. "A comissão vai voltar e conversar. Avaliar os treinos e realizar uma definição interna", completou.

Criciúma já estava em Itajaí para o jogo

O Tigre já estava em Itajaí para o jogo deste domingo quando recebeu a informação que a FCF havia cancelado a rodada. Os dois jogadores positivados não estavam na viagem.

O presidente Dal Farra já estava à caminho de Itajaí e iria acompanhar o jogo.