Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Polícia encerra investigação de injúria racial contra menina que teve tranças cortadas em escola de SC

Após episódio, aluna se recusa a voltar às aulas presenciais e família mudou de cidade
g1 Pedras Grandes, SC, 26/11/2021 - 07:49
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Quer receber notícias como esta em seu Whatsapp? Clique aqui e entre para nosso grupo

A Polícia Civil concluiu o auto de apuração de ato infracional aberto para investigar a denúncia de racismo em uma escola estadual de Pedras Grandes, no Sul do estado. O caso foi encerrado na quinta-feira, 25, segundo o delegado Willian Meotti, e será encaminhado ao Ministério Público de Santa Catarina e à Justiça nesta sexta, 26.

A aluna se mudou de cidade com a família e não quer retornar às aulas presenciais, conforme a advogada de defesa, Alice Reis.

A investigação foi iniciada depois que a mãe da adolescente procurou a delegacia para relatar que a filha teve as tranças do cabelo cortadas por uma colega. O caso foi tratado pela polícia como ato infracional análogo ao crime de injúria racial.

A mãe da menina havia procurado a delegacia em 16 de novembro, seis dias após publicar um vídeo com pedido de ajuda nas redes sociais. Na gravação, a mulher relata que a adolescente pediu para tirar todas as tranças do cabelo e que se recusava a voltar para a escola depois de seguidos ataques. O caso ocorreu em 3 de novembro.

Representante da família da vítima, Alice Reis informou que a estudante faz aulas à distância e que a família, antes morando no Sul catarinense, mudou-se para uma cidade da Grande Florianópolis.

Copyright © 2021.
Todos os direitos reservados ao Portal 4oito