Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

Laudo revela que menina morta pelo pai foi queimada viva

Laudo pericial concluiu que a menina de 13 anos, que havia sido esfaqueada, ainda estava com vida quando o pai colocou fogo na casa e fugiu do local
ND Mais Criciúma, SC, 18/08/2021 - 16:20Atualizado em 18/08/2021 - 16:46
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A menina de 13 anos, ainda estava viva quando o pai dela, de 39 anos ateou fogo na casa, após esfaquear a filha em Criciúma.  O laudo pericial do IML (Instituto Médico Legal) do IGP (Instituto Geral de Perícias) concluiu que a causa da morte da adolescente foram os ferimentos das facadas juntamente com a inalação de fumaça, proveniente do incêndio. A informação é do ND Mais.

Preso em flagrante, Alex não apontou o motivo de ter atacado os seis filhos. Ele disse em depoimento que estava cozinhando e não se lembra do crime. Usuário de drogas, ele estava completamente alterado quando foi preso pela Polícia Militar (PM), na manhã de sábado,14, na própria casa onde cometeu o crime.

Confira também:

Pai mata a própria filha de 13 anos e tenta matar o outro de 7

A Polícia Civil já encerrou as investigações e o inquérito foi enviado ao poder judiciário. Alex foi encaminhado ao Presídio Regional de Criciúma, no bairro Santa Augusta. Ele deverá responder por feminicídio, da própria filha, tentativa de feminicídio contra as outras duas filhas, tentativa de homicídio contra os três filhos e incêndio criminoso. As crianças estão sob a guarda de familiares.

A reportagem do portal ND+ não localizou a defesa de Alex. O espaço está aberto para manifestação.