Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...
4

Criciumense Zé Dassilva vence o Prêmio Vladimir Herzog

A charge “trânsito pesado”, publicada nas edições impressas do Diário Catarinense, Santa e A Notícia no dia 27 de junho foi a vencedora
NSC Total Florianópolis, SC, 17/10/2021 - 10:12Atualizado em 17/10/2021 - 10:15
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O cartunista Zé Dassilva venceu o prêmio de melhor arte do 43° Prêmio Jornalístico Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos com a charge “trânsito pesado”, publicada nas edições impressas do Diário Catarinense, Santa e A Notícia no dia 27 de junho.

O trabalho faz menção às motociatas realizadas pelo governo Bolsonaro e seus apoiadores durante a pandemia da Covid-19 que aconteceram em todo país, sem uso de máscaras e registrando aglomerações.

José da Silva Júnior, além de cartunista, é jornalista, escritor e roteirista e, neste 2021, completa 23 anos como chargista na NSC. Sua carreira começou em 1998, fazendo charges na página do colunista esportivo J.B. Telles. Aos 26 anos, foi chamado para integrar a equipe de roteiristas da Rede Globo e, no dia 10 de maio de 2000, iniciou na emissora, deixando SC para morar com a família no Rio de Janeiro, onde vive até hoje.

De lá pra cá, Zé Dassilva fez roteiros de humor para os programas Sai de Baixo, Sob Nova Direção, Gente Inocente, Casseta & Planeta,  Turma do Didi, Os Caras de Pau e vários outros. Por três anos, contou histórias de crimes reais no programa Linha Direta, no qual foi redator-final. Também colaborou em produções e vinhetas dos canais Futura e GNT.

Entre os trabalhos na TV, estão quatro temporadas de Malhação e a novela Pega Pega. Vale destacar também a sua participação na trama de Império, de Aguinaldo Silva, que recebeu em 2015 o prêmio Emmy Internacional de melhor telenovela.

Apaixonado por futebol, Zé foi coautor do "Almanaque do Futebol Catarinense" (escrito junto com o jornalista Emerson Gasperin), publicado em 2011, e "The Yellow Book", de 2014, livro bilíngue sobre os 100 anos da Seleção Brasileira. Atualmente, produz charges diárias para o Diário Catarinense.