Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Modelo catarinense

Por Raul Sartori 26/03/2019 - 06:00Atualizado em 29/03/2019 - 23:14

Só um sexto dos presos no Brasil trabalham enquanto cumprem a pena, conforme divulgou ontem o Departamento Penitenciário (Depen) do Ministério da Justiça, cujo ministro, Sérgio Moro, quer reduzir tamanha ociosidade. Tanto que mandou o diretor do Depen, Fabiano Bordignon, acompanhado por 47 autoridades federais e de outros Estados, visitar as penitenciárias de Curitibanos e de Chapecó, onde 100% e 39% dos detentos se ocupam. O governador Carlos Moisés fez questão de ser o anfitrião da visita.  A média no País é de apenas 17%.  Mas há um outro lado:  nas 51 unidades penais de SC há carência de mais de 4 mil vagas.