Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Carregando Dados...

Arroubos juvenis

Por Raul Sartori 03/11/2018 - 06:00Atualizado em 08/11/2018 - 22:21

Esses jovens deputados estaduais eleitos pelo PSL têm que controlar seus arroubos. Primeiro foi Ana Caroline Campagnolo, aquela que pediu que alunos filmem os professores em sala de aula. Agora é o criciumense Jessé Lopes, eleito com mais de 31 mil votos, que em postagem em rede social propôs a realização de uma enquete para saber a opinião da população acerca de leis, como na Rússia, que proíbem beijos de gays em público. Diante da reação, explicou não ser  favorável a tais imposições, nem advogar em prol de qualquer causa que contrarie a liberdade individual dos cidadãos. Por que então deu sugestão tão boba e homofóbica?

Meu nome

Indagado por um jornal da Capital sobre como preferia ser chamado tanto agora como a partir de 1º de janeiro, já na chefia do Executivo estadual, o futuro governador de SC decidiu dispensar o adjetivo  “comandante” e ficar apenas com seu nome de registro, Carlos Moisés da Silva. Então, a partir de agora, será sempre chamado como governador Carlos Moisés da Silva ou Carlos Moisés, apenas.